Diante do cenário atual que estamos vivendo, o papel do RH tem se mostrado cada vez mais forte e estratégico para o negócio. As empresas estão percebendo a importância da cultura organizacional, do foco na experiência dos colaboradores e do cuidado e atenção às pessoas, para que sejam colocadas no centro das decisões.

Nesse contexto, o profissional de Recursos Humanos é o importante elo entre o negócio e as pessoas. O RH é  responsável pelo cuidado com os acessos aos sistemas, andamento dos projetos e a saúde física e mental dos colaboradores.

A digitalização e a tecnologia impactaram todos os setores do mercado, principalmente durante o momento em que estamos vivendo. Dessa forma, o principal desafio do profissional de RH é balancear as necessidades dos colaboradores às demandas do mercado, com o objetivo de prover a clareza e o direcionamento necessários para alcançar os resultados, liderar e promover a mudança organizacional. 

Segundo uma pesquisa realizada pela consultoria Strategy& em conjunto com o jornal Valor Econômico, a estratégia de inovação é apontada por 97% das companhias como fator essencial para a competitividade e está na agenda prioritária dos gestores. "Há uma forte correlação entre a adoção de práticas inovadoras e a geração de bons projetos", afirma Ricardo Pierozzi, sócio da Strategy&. Dentre as empresas participantes, mais da metade adota práticas de equipes multidisciplinares, inovação aberta, horários flexíveis, etc.

As mudanças nos modelos de trabalho já eram necessárias, mas foram forçadas a acontecer em tempo recorde. No entanto, essas transformações não seriam tão efetivas ou bem sucedidas sem o apoio do RH. O que no passado era apenas um departamento, hoje é uma área de suporte e serviços altamente estratégica para a empresa, com profissionais capazes de compreender cada vez mais os resultados e estratégias de funding (captação de recursos), habilidades necessárias para influenciar o processo de inovação.

Sendo assim, o profissional de RH é responsável por unir os dois principais pilares da empresa, pessoas e negócio, a fim de trazer rentabilidade, crescimento econômico para a empresa e desenvolvimento profissional para os colaboradores.

Pensando na importância do RH nas empresas, temos aqui 5 passos fundamentais para se tornar o protagonista da inovação nas organizações:

  1. Seja o centro da cultura de inovação: apoie ideias, esteja junto às lideranças, fomente a diversidade de grupos de trabalho, forneça treinamentos e capacite a inovação ouvindo as necessidades do seu colaborador.
  2. Seja o elo entre as pessoas e o negócio: apoie as pessoas ligando a comunicação e aplicação da estratégia com a necessidade dos colaboradores.
  3. Registre as métricas: assim como toda área estratégica, fique atento as métricas e demonstre em números a evolução dos colaboradores diante do novo cenário.
  4. Foque no atendimento: como é o seu atendimento ao seu colaborador? Como é o seu atendimento ao seu consumidor externo? Foque no atendimento, encante seu colaborador para encantar o cliente externo também. Faça as seguintes perguntas: de que forma essas ações impactam minha equipe? Como nossos negócios serão impactados?
  5. Identifique as competências: quais são as principais competências necessárias para o momento atual? O que as pessoas precisam desenvolver para atender as demandas de mercado?

Essas iniciativas são importantes para promover o aumento da satisfação do colaborador e do cliente externo, da conexão do RH com o negócio e da confiança das pessoas diante das entregas do setor de Recursos Humanos. Além disso, promovem o aumento do engajamento, uma vez que a experiência do colaborador está sendo levada em conta durante todo o processo.

Sabendo que as organizações são feitas de pessoas, os resultados são obtidos por pessoas e a inovação é feita por pessoas, se não for o RH um foco de inovação, quem então será?

Roberta Nascimento é Gerente de RH no Banco RCI Brasil e embaixadora da Conquer.