Categories: carreiraPosts

Reskilling e upskilling: o que são e como colocá-los em prática

O mundo e o mercado estão passando por transformações cada vez mais rápidas. De acordo com o Fórum Econômico Mundial na pesquisa Future of Jobs, 42% das principais habilidades exigidas pelos empregos de hoje vão mudar até 2022. O momento atual mostrou a importância de estar preparado para enfrentar desafios nunca antes imaginados. Não é sobre prever o imprevisível, mas sobre entender que as mudanças nunca foram tão ágeis e que é necessário desenvolver as habilidades certas para lidar com o novo.

Esse contexto dinâmico e acelerado exige profissionais em constante desenvolvimento profissional e, quando se trata desse assunto, reskilling ou upskilling podem ser os melhores caminhos.

Derivados da palavra skill, ou habilidade, esses dois conceitos descrevem alternativas de desenvolvimento focados na capacitação e qualificação dos colaboradores. Reskilling e upskilling são processos vantajosos tanto para o profissional quanto para as equipes e empresas que ele compõe, e também podem ser motivados pelas diferentes partes.

Quer aprender as diferenças entre reskilling e upskilling e entender como aplicá-los na sua carreira? Continua com a gente e confira o nosso artigo completo sobre o tema.

Upskilling e a importância da evolução constante

Quem busca crescimento na carreira de forma constante já está familiarizado com os diferentes níveis de experiência em determinadas áreas de atuação. O caminho desde o estágio ou trainee até a coordenação e demais cargos de liderança exige aprendizado e desenvolvimento profissional contínuos.

Neste contexto, o upskilling diz respeito ao processo de aprimoramento das competências e conhecimentos que o profissional já possui na função que desempenha. O foco está na importância de desenvolver habilidades em que já se possui um certo domínio, para aumentar as possibilidades de agregar valor para si mesmo, sua equipe e a empresa da qual faz parte.

As vantagens de investir no upskilling incluem a otimização do tempo gasto nas tarefas desempenhadas, maior qualidade nas entregas e visão mais analítica sobre os resultados.

Reskilling como oportunidade de reajuste de rota profissional

Na era da transformação digital, novos conceitos, ferramentas e modelos de negócio surgem a todo momento. Essa verdadeira revolução influencia diretamente as habilidades exigidas para as profissões e as necessidades do mercado.

Segundo um estudo da Dell Technologies em parceria com o Institute For The Future (IFTF), 85% das profissões que existirão em 2030 ainda não foram criadas. Além disso, uma pesquisa realizada pela empresa de consultoria McKinsey & Company identificou que 87% das empresas não possuem o profissional necessário para o futuro e 9 em cada 10 líderes já enfrentam a falta de habilidades em algumas áreas.

O reskilling se apresenta como uma oportunidade de preencher as lacunas existentes no mercado e ainda desenvolver competências dos profissionais que podem ser melhor aproveitadas em áreas diferentes das quais eles atuam.

Esse método pode ser utilizado por profissionais que desejam mudar sua rota profissional ou ganhar maior versatilidade no trabalho. Ainda é comum que a própria empresa identifique colaboradores que apresentam características para performar melhor em outras funções e setores da organização, sejam eles novos ou já existentes.

Como aplicar o reskilling e o upskilling na sua empresa

As empresas que trabalham para se manter inovadoras e atualizadas já estão se preocupando com o futuro do trabalho. No centro dessa estratégia estão os profissionais de Recursos Humanos, responsáveis por fazer a ponte entre a organização e seus colaboradores.

Uma das atribuições dos RHs é justamente o treinamento e desenvolvimento dos demais setores da empresa. Portanto, fica sob sua responsabilidade, juntamente com a liderança dos times, desenvolver um planejamento estratégico para identificar as necessidades e oportunidades de reskilling e upskilling entre os colaboradores.

A partir dessa análise, será possível entender também quais áreas precisam recrutar novos talentos e que tipo de trilhas e programas de treinamento e desenvolvimento se aplicam melhor para os profissionais da empresa.

As alternativas para o desenvolvimento profissional dentro das organizações são eficientes quando há interesse do profissional, protagonismo do RH e investimento da empresa. Com essas três partes atuando em conjunto, é possível identificar a necessidade, aplicar as estratégias de reskilling e upskilling e buscar o desenvolvimento constante.

No entanto, a decisão inicial deve partir do próprio profissional. Dentro ou fora de uma empresa, está em suas mãos a opção de assumir o protagonismo de sua carreira, sabendo o momento de evoluir dentro de sua área de atuação ou até de buscar uma nova direção para seguir.

E se você tem interesse em se tornar um profissional mais qualificado, conte com a Conquer! Seja nos cursos online e ao vivo ou nos cursos gravados, você vai ter acesso a conteúdos atuais e que podem ser aplicados na sua carreira imediatamente, trazendo resultados rápidos e reais.

Além disso, se você é um profissional de Recursos Humanos ou deseja que o RH leve treinamentos personalizados para a sua equipe, a Conquer também é para empresas! Os treinamentos In Company têm conteúdo direto ao ponto e metodologia voltada a resultados. Desenvolva os times da sua organização com plataformas digitais inovadoras, jornadas de aprendizado customizadas e impacto imediato na performance dos colaboradores!

Escola Conquer