Você tem interesse em melhorar a forma como você cuida do seu dinheiro, mas não sabe muito bem por onde começar? Os livros de educação financeira podem te oferecer o suporte que você precisa para aprender a gerir suas finanças e criar novos hábitos financeiros.

Adquirir conhecimento sobre finanças pessoais é essencial para controlar seu orçamento, ter uma vida financeiramente confortável e construir um patrimônio. Isso porque criar uma relação saudável com o seu dinheiro exige, além de práticas financeiras responsáveis, a mudança na sua mentalidade e na forma como você enxerga suas finanças pessoais.

Pensando nisso, reunimos 6 livros de educação financeira que você não pode deixar de ler. Dá uma olhada na lista:

1) Pai Rico, Pai Pobre

"A principal razão pela qual as pessoas têm problemas financeiros é que passaram anos na escola, mas não aprenderam nada sobre dinheiro. O resultado é que elas aprendem a trabalhar por dinheiro… mas nunca a fazê-lo trabalhar para elas." - Robert Kiyosaki.

Entre os livros de educação financeira, este é provavelmente um dos mais vendidos do mundo. Escrito pelo milionário americano Robert Kiyosaki, “Pai Rico, Pai Pobre” retrata as experiências do autor em sua jornada de aprendizado sobre sua vida financeira.

Kiyosaki nasceu em uma família de classe média no Havaí. Seu pai biológico (chamado de “pai pobre” no livro) nunca atingiu sua liberdade financeira, enquanto o pai de seu amigo (chamado de “pai rico”) tornou-se um dos homens mais ricos do estado

Com ensinamentos simples, mas muito valiosos, o autor compara o comportamento dos dois pais e relata como o pai rico o instruiu para assumir o controle de seu dinheiro e conquistar sua independência financeira

Se você quer construir um patrimônio sólido e deseja entender como fazer o dinheiro trabalhar para você, não deixe de ler esse clássico da educação financeira.

2) Os Segredos da Mente Milionária

O livro “Os Segredos da Mente Milionária”, de T. Harv Eker, fala sobre as diferenças entre a forma de pensar dos ricos e das demais pessoas e apresenta 17 modos de pensar e agir que distinguem esses dois tipos de mentalidades.

O autor traz uma reflexão sobre “o seu modelo de dinheiro”, um conjunto de crenças que molda a forma como tratamos o dinheiro desde a infância e que acaba levando muitas pessoas a condições financeiras difíceis.

Segundo Eker, "Enriquecer não diz respeito somente a ficar rico em termos financeiros. É mais do que isso: trata-se da pessoa que você se torna para alcançar esse objetivo".

Com este livro, você também aprende a administrar seu dinheiro com um método eficiente ensinado pelo autor, além de descobrir como aumentar seu patrimônio líquido.

3) O homem mais rico da Babilônia

Com mais de dois milhões de exemplares vendidos no mundo, “O homem mais rico da Babilônia” é um clássico entre os livros de educação financeira. George S. Clason oferece recomendações sobre como multiplicar a sua renda e solucionar problemas financeiros com base nos segredos dos antigos babilônios.

A Babilônia foi um dos centros urbanos mais prósperos da Antiguidade, no entanto, os ensinamentos trazidos por Clason neste livro continuam relevantes atualmente. O autor reúne conselhos para administrar seu orçamento, evitar o desperdício e se planejar para o futuro, além de te ajudar a manter o controle do seu dinheiro durante as crises. Não poderia ser mais atual, certo?

4) Os Axiomas de Zurique

A Suíça é um dos países com a maior renda per capita do mundo, além de possuir aplicações financeiras de milionários de todos os continentes. No livro “Os Axiomas de Zurique”, Max Gunther revela as estratégias de um grupo de banqueiros suíços que ganharam fortunas investindo em diferentes frentes após a Segunda Guerra Mundial.

O autor apresenta os princípios usados por esses investidores para minimizar os riscos e aumentar os lucros. Essas regras foram divididas em 12 axiomas (verdades inquestionáveis) principais e 16 secundários, que oferecem uma nova visão sobre o dinheiro.

Está pensando em investir o seu dinheiro? Então esse livro é pra você!

5) O investidor inteligente

Um dos maiores consultores de investimentos do século XX, Benjamin Graham produziu o que ficou conhecido como a bíblia do mercado de ações. A edição mais recente de “O investidor inteligente” possui prefácios de Armínio Fraga Neto, economista e ex-presidente do Banco Central do Brasil, e Warren Buffett, uma das maiores referências em investimentos no mundo. Buffett ainda indica a obra como “o melhor livro sobre investimentos já escrito”.

Já no prefácio, o objetivo do autor fica claro: “O propósito deste livro é fornecer, de uma forma apropriada aos leigos, orientações para adoção e execução de uma política de investimentos.” Graham apresenta o conceito de “valor de investimento” para proteger investidores de erros significativos e ensiná-los estratégias de longo prazo.

Não deixe de ler, afinal, os ensinamentos do livro continuam muito relevantes mesmo depois de anos da publicação de sua primeira edição, em 1949.

6) Nudge: Como tomar melhores decisões sobre saúde, dinheiro e felicidade

Nós tomamos, em média, 35 mil de decisões por dia. Durante a nossa vida, fazemos escolhas simples sobre o que comer no almoço e escolhas mais complexas sobre investimentos financeiros, por exemplo. 

No entanto, muitas vezes fazemos escolhas erradas e elas trazem consequências. Se essa consequência for uma indigestão por você ter não ter se alimentado de forma saudável no almoço, não será tão difícil de resolver. Mas se você cometer erros ao investir sua renda, pode ter certeza de que o prejuízo será maior e mais difícil de solucionar.

No livro “Nudge”, Richard H. Thaler e Cass R. Sunstein mostram como estamos sujeitos a tomar decisões ruins e explicam como podemos fazer escolhas melhores. Com base em anos de pesquisa sobre ciência comportamental, os autores revelam como é possível estabelecer uma “arquitetura da escolha” que facilita nossas tomadas de decisão.