Empatia tem se tornado uma palavra cada vez mais comum no vocabulário das pessoas. Mas você sabe o que é ser uma pessoa empática? Mais do que se colocar no lugar do outro, exercer a empatia envolve presença e escuta ativa.

A autora Brené Brown resume empatia como uma escolha de “sentir com as pessoas”. Muitas vezes essa atitude pode ser confundida com simpatia, mas a diferença está na conexão que você estabelece com o outro.

Quando alguém tenta ser simpático, principalmente em momentos delicados, pode acabar soando como uma falta de compreensão. Por exemplo, se você diz que seu casamento está difícil, uma pessoa simpática pode dizer que “pelo menos você tem um casamento”, como forma de tentar ajudar. No entanto, um comentário como esse não ajuda na situação nem na sua frustração.

Nessa mesma situação, ser empático é estar disposto a ouvir, ajudar a dar clareza ao sentimento dos outros, procurando experimentar o que o outro sente de forma racional.

Em momentos de crise, é fundamental exercer a empatia. A comunicação é um ponto-chave para a resolução de problemas, por isso, em situações de incerteza, pressão ou estresse, ser empático com certeza faz a diferença no processo.

O que significa empatia?

Derivada do termo grego empatheia, que significa paixão, a empatia trata de compreender e se identificar com o outro. Através de uma comunicação afetiva e, principalmente, uma escuta ativa, uma pessoa empática se preocupa em tentar entender as dores e alegrias da outra pessoa. 

É sobre ser capaz de compreender a individualidade de cada um e, assim, entender que cada um passa por situações únicas que o moldam.

Como ser uma pessoa empática?

Antes de qualquer coisa, empatia não é inata. Você não nasce sabendo como entender o sentimento de outras pessoas. Além disso, existem algumas pessoas que são mais empáticas do que outras, isso é normal.

Desenvolver sua inteligência emocional é essencial para desenvolver sua empatia, uma coisa está diretamente ligada a outra. Afinal, como entender as emoções dos outros sem antes entender e estar no controle das suas? 

Sabe quando, durante um voo, os comissários de bordo dizem que, antes de ajudar outra pessoa a colocar a máscara de oxigênio, você deve colocar a sua? É mais ou menos assim que funciona.

Mas, se você quer saber como desenvolver a empatia na prática, dá uma olhada nessas dicas:

  • Pratique a escuta ativa, busque entender o que a outra pessoa está sentindo.
  • Não foque em comparar a história que está ouvindo com algo que você já viveu ou que já viu em outra situação.
  • Deixe os julgamentos e preconceitos de lado, procure escutar sem tentar justificar o que o outro diz.
  • Converse com pessoas diferentes de você, com pensamentos e ideias que nem sempre batem com as suas, isso te ajuda a expandir a sua mente e ampliar a sua visão de mundo.

Como a empatia pode ajudar em momentos de crise?

Independente de a “crise” ser uma pandemia mundial ou um problema pessoal dentro de casa, ela vai afetar o psicológico da pessoa envolvida. Isso pode provocar mudanças em seu humor, comportamento, rendimento profissional, desempenho acadêmico e diversos outros fatores.

Portanto, praticar a empatia em momentos de crise te ajuda a ser compreensivo com a situação que aquela pessoa está passando. Lembre-se que duas pessoas podem reagir de maneiras diferentes a mesma situação, então não é porque algo não afetou você que não vai afetar mais ninguém e vice-versa.

Em situações de crise, é comum que as pessoas se sintam vulneráveis e é neste momento que a empatia faz toda a diferença. Mostrar que você se importa, que está presente e disposto a ajudar constrói uma relação de confiança entre você e a outra pessoa. 

Esse sentimento de saber que pode confiar em alguém beneficia desde amizades e relações familiares até sinergia entre equipes e líderes. A empatia trata-se, em sua essência, de pessoas e seus sentimentos, por isso, ela está presente em todos os âmbitos da vida.

Sente que um amigo está estranho? Um colaborador não parece motivado? Seu líder está distante? Faça o exercício de conversar e buscar entender o que está se passando. Provavelmente tem algo que você não sabe acontecendo e ser empático com essa situação pode trazer melhorias imediatas nas relações e nos momentos de crise.

Quer desenvolver a sua inteligência emocional? A Conquer está disponibilizando o curso de Inteligência emocional de maneira 100% online! Para fazer a sua inscrição e iniciar o curso online de Inteligência Emocional, acesse a página e preencha o formulário.