Muito já se falava sobre inteligência emocional e a sua importância - não apenas no âmbito profissional mas também no pessoal. Com o momento de incertezas e pressões por todos os lados que estamos vivendo no mundo, agora esse assunto está sendo cada vez mais discutido e se tornou ainda mais necessário

O período que estamos passando é desafiador, mas pode ser ressignificado e ser usado como uma possibilidade de gerir melhor as próprias emoções. E, diferente do que muita gente ainda pensa, gerir as emoções não significa anular todas elas.

Como ter inteligência emocional?

As emoções são programações do nosso cérebro, que surgem a partir de uma ação externa e que se relaciona com o nosso corpo. Por ser algo tão instintivo, você não consegue não sentir uma emoção ou simplesmente pará-la. O que se pode fazer é controlar os pensamentos e as ações decorrentes daquela emoção, ou seja, o comportamento mediante à essa emoção. 

Por isso, desenvolver a  inteligência emocional te ajuda a gerir melhor essas mesmas emoções, mostrando outras maneiras de como agir diante diante delas. Independente da área de atuação e cargo, a inteligência emocional é fundamental para todo e qualquer profissional, e é importante, por exemplo, para saber gerenciar conflitos, se relacionar bem com outras pessoas e como usar aquela emoção do momento a seu favor.

Para lidar com inteligência emocional em momentos de crise como o que estamos vivendo atualmente, existem 4 etapas pelas quais você precisa passar:

1. Entenda e aceite todas as suas emoções

Todos os seres humanos vivenciam emoções positivas e negativas. Por isso, acolha todas elas - mesmo as negativas -, e não sinta culpa por estar sentindo aquela emoção. Quanto mais tempo você tentar negar a emoção negativa, mais ela persistirá e estará presente no seu momento. 

Lembre-se: é preciso acolher suas emoções e respeitar seus estados emocionais. Mesmo que a primeira tendência seja recusar e negar aquela emoção, é muito importante reconhecê-la. 

Para conhecer 8 dicas práticas para exercitar a inteligência emocional, confira o vídeo abaixo com a professora de inteligência emocional da Conquer, Jéssica Tonello.

2. Saiba onde colocar o foco das suas ações 

É preciso aceitar as suas emoções, mas também é necessário cuidar para não amplificar e estar focado apenas na emoção negativa. Quando você, por exemplo, está com raiva e assiste um filme violento ou fica revivendo aquela situação ao contar para pessoas próximas, você está  jogando luz e dando todo o foco para essa emoção. 

É importante entender quais emoções merecem receber grande atenção e energia. No momento em que estamos, é possível aumentar o medo, a angústia, a insegurança e frustração ao ficar ler notícias o dia todo, falar apenas sobre a questão da pandemia ou mesmo ficar apenas conversando com pessoas negativas. Como alternativa, você pode colocar uma música relaxante, meditar, ler um livro, fazer uma atividade prazerosa e assim cuidar do estado emocional e trazer mais inteligência para as nossas emoções nesse contexto em que vivemos

E é importante ressaltar que não é para todos estarem alheios ao que está acontecendo. Mas é importante que você se permita acessar outras emoções nesse momento que permitam mudar o seu estado emocional.

3. Ressignifique o seu contexto

Nesse momento desafiante que estamos enfrentando, em que estamos vivendo o isolamento social, sem sair de casa e sem a liberdade de ir e vir, é normal que todos sintam uma grande insegurança, ansiedade e até mesmo medo. O que poder ser feito nesse período é justamente uma ressignificação de tudo o que está acontecendo

Ao ficar em casa, muitas pessoas estão conseguindo se dedicar às atividades que antes não eram realizadas por falta de tempo: fazer a aula de yoga em casa, ler mais e passar mais tempo com os filhos, por exemplo. Ressignificando o confinamento e seus sentimentos, você  pode mudar o seu estado emocional.

4. Exercite a gratidão 

Mesmo parecendo uma palavra “da moda”, falada por todos, a gratidão é bastante positiva e muitos estudos científicos comprovam as mudanças até mesmo cerebrais quando estamos agradecendo

Com práticas diárias de gratidão, o foco vai mudando aos poucos e as coisas positivas passam a ser mais apreciadas, deixando de focar tanto nos aspectos negativos que estão à nossa volta. Em um dia repleto de momentos positivos e que teve apenas um ponto negativo, o foco deixa de ser naquele aspecto negativo e sim no restante que foi positivo. 

Para praticar a gratidão, um exercício é anotar em um caderno as coisas boas que aconteceram ao longo do seu dia  Apesar de simples, esse é um exercício que incentiva o sentimento de gratidão.

A importância da inteligência emocional em momentos de crise

Apesar de gerarem muito medo e insegurança, momentos de crise são passageiros - podem demorar um, dois ou mais meses, mas ainda assim são fases que em algum momento passam. Não vivemos em uma bolha, mas é importante proteger nossas emoções e nos fortalecermos para, assim, sair ainda mais fortes

Curso online sobre inteligência emocional

Pensando em todas as pessoas que estão buscando desenvolver sua inteligência emocional em um momento de dúvidas, incertezas e medo, a Conquer está disponibilizando o curso de Inteligência emocional de maneira 100% online

Ao longo do curso, você vai desenvolver todos os aspectos da sua inteligência emocional. Com isso, você vai aprender como lidar com pressão e estresse, ter autoconfiança e autoconhecimento, ter controle emocional e a capacidade de adaptação rápida para enfrentar melhor qualquer desafio

Para fazer a sua inscrição e iniciar o curso online de Inteligência Emocional, acesse a página e preencha o formulário.