Produtividade, inteligência emocional, oratória e negociação: entre essas habilidades, você sabe qual deve desenvolver primeiro?

Se você entende que todas essas habilidades são importantes para os profissionais que querem ir além, independente do estágio da carreira e da área de atuação, é compreensível ficar em dúvida sobre qual escolher. 

E o momento em que vivemos potencializou ainda mais essa dúvida. A busca por cursos online durante a pandemia cresceu de uma maneira muito expressiva: de acordo com a Udemy, o número de matrículas de curso online cresceu em mais 400% no mundo todo. Além de não ter certeza por qual habilidade começar, a oferta de cursos online cresceu significativamente e tornou a escolha ainda mais complexa. 

Com tanta oferta de cursos, como escolher o primeiro? E qual habilidade priorizar?  

Se você ainda não sabe por qual habilidade começar, listamos 6 passos que vão te ajudar a escolher o próximo curso que vai potencializar o seu desenvolvimento. Confira!

1. Entenda quais são as habilidades que o mercado busca

Entre as habilidades que devem estar em constante desenvolvimento e são muito buscadas pelo mercado de trabalho, as Soft Skills podem fazer toda a diferença na sua carreira. 

São as habilidades comportamentais, sociais e emocionais que fazem de você um profissional de diferenciado e de destaque. Elas trazem impactos reais no seu dia a dia no trabalho, como por exemplo:

  • Produtividade

Por mais que muitas pessoas ainda acreditem que ser produtivo significa fazer mais em menos tempo, essa habilidade está associada com priorização, eficiência e consistência. Trata-se de planejamento e priorização de tarefas. 

Ao desenvolver a produtividade no trabalho, você prioriza aquilo que é realmente importante e foca nas atividades que precisam ser concluídas. Assim, você passa a ter mais controle do seu tempo e trabalhar de forma inteligente.

  • Inteligência Emocional 

Uma pesquisa da TalentSmart, uma das mais importantes consultorias empresariais, mostrou que 58% do desempenho de qualquer profissional está ligado à inteligência emocional. E os profissionais de RH valorizam essa habilidade: um estudo do Career Builder aponta que 71% dos executivos responsáveis por contratações valorizam mais a inteligência emocional do que o QI. 

Alguns dos aspectos da inteligência emocional: lidar com situações de crise, pressão e estresse, adaptar-se rapidamente, desenvolver seu controle emocional e saber lidar com os demais de maneira empática fazem uma grande diferença no dia a dia.

  • Oratória

As pessoas têm mais medo de falar em público do que da própria morte, segundo uma pesquisa realizada na Inglaterra. Apesar do medo, saber comunicar suas ideias de maneira clara, assertiva e original é uma importante habilidade para o crescimento profissional. 

Criar mensagens claras e assertivas também contribuiu para suas relações interpessoais, evitando ruídos na comunicação e contribuindo para a resolução de problemas na sua empresa: o especialista em gestão de negócios, Peter Drucker, diz que 60% dos problemas das empresas são consequências de falhas na comunicação.

  • Negociação

Por mais que negociar pareça exclusividade de profissionais de vendas ou negócios, essa é uma habilidade que se aplica à rotina de todo profissional. Isso porque negociar é o processo de encontrar uma solução para todas as partes interessadas, chegando a um resultado que satisfaça a todos. 

Como estamos constantemente criando e expondo argumentos, conhecer as técnicas de negociação contribui justamente para o aumento do poder de convencimento ao apresentar ideias e, assim, o profissional com essa habilidade consegue chegar mais vezes ao sim.

2. Exercite o seu autoconhecimento 

Conhecer as habilidades e ter a vontade de desenvolvê-las é um passo muito importante. Agora que você já deu esse passo, é preciso entender o seu momento profissional, o estágio da sua carreira hoje e onde você quer chegar

Neste artigo, você vai entender como fazer isso, conhecendo mais 6 dicas de como desenvolver sua carreira

Além disso, preparamos um diagnóstico para você avaliar cada uma das Soft Skills. Nele, você vai entender o seu nível em cada uma das habilidades mais procuradas pelo mercado. Ao final, quanto maior a sua nota, mais desenvolvida está essa habilidade. 

>> Avalie suas Soft Skills e saiba como ser um profissional de destaque

Responda o diagnóstico de soft skills da Conquer e descubra se você possui as habilidades que o mercado procura

3. Crie a sua matriz de priorização 

Depois de fazer o diagnóstico e entender o nível de desenvolvimento de cada uma das habilidades, este é o momento de criar uma matriz de priorização. Como já comentamos, todas essas habilidades são fundamentais para todos os profissionais, mas é importante saber por onde começar. 

Para isso, você pode usar a Matriz de Eisenhower, que é uma ferramenta que ajuda a definir suas demandas e organizar a prioridade delas a partir da urgência e importância de cada uma delas. 

Neste modelo adaptado, você vai considerar:

  • Urgência da habilidade: quanto menor a nota sinalizada no diagnóstico, mais urgente é a necessidade de desenvolver a habilidade. É importante lembrar que, mesmo nas habilidades com maior nota, sempre é possível desenvolver e aperfeiçoá-las. Assim, elas não ficam de fora da matriz de priorização. 
  • Aplicabilidade no seu dia a dia: quanto de impacto positivo e resultados imediatos essa habilidade vai trazer ao seu dia a dia, transformando sua rotina a curto prazo.

Matriz de priorização das habilidades

Com o resultado do diagnóstico em mãos, distribua as habilidades na matriz da seguinte maneira:

  • Q1: habilidades que tiveram a menor nota e que podem transformar a sua rotina de trabalho imediatamente. 
  • Q2: habilidades que tiveram notas médias ou altas mas que podem ter grande impacto no seu dia a dia de trabalho.  
  • Q3: habilidades que tiveram notas mais baixas mas que têm menor aplicabilidade imediata na sua rotina, sem considerar o médio e longo prazo.  
  • Q4: habilidades que tiveram notas altas mas que são menos aplicáveis ao seu dia a dia hoje, não considerando o médio e longo prazo. 

E vale reforçar: esta ferramenta é uma matriz de priorização, e não significa que as habilidades que estão no Q4 não devem ser desenvolvidas. 

Todas as habilidades são importantes e devem ser constantemente desenvolvidas pelas pessoas que querem ser profissionais de destaque. Essa visualização a partir da ferramenta ajuda a entender por onde começar.

4. Conheça os tipos de cursos disponíveis 

Na hora de escolher o seu curso, seja ele gravado, ao vivo ou mesmo presencial, avalie questões de cada um dos tipos. 

Cursos gravados oferecem maior flexibilidade de horário, já que você pode acompanhar as aulas no momento mais adequado à sua rotina. Já as aulas ao vivo e remotas favorecem a troca de experiências com os alunos e o professor, potencializando o seu aprendizado. 

Assim, entenda quais são os pontos fortes de cada um dos modelos e quais se adaptam melhor às suas preferências e necessidades.

5. Organize a sua agenda

Para colocar todo o conhecimento das aulas em prática e ter um processo de aprendizado completo, você precisa se preparar para isso. É importante lembrar que conhecimento e aprendizado são diferentes: conhecimento é ter o acesso a uma informação, enquanto o aprendizado é colocar essa informação em prática. 

Se você quer garantir um processo de aprendizado assertivo, faça um planejamento de momentos além das aulas. Nesses horários, você pode criar planos de ação para aplicar os conhecimentos no seu dia a dia ou até mesmo colocar a mão na massa. 

Neste artigo, você confere 7 dicas práticas para desenvolver o seu conhecimento e aprendizado para além das aulas do seu curso.

6. Aprenda continuamente

Manter-se atualizado e sempre buscar o seu desenvolvimento profissional e pessoal é um desafio em um mundo que se transforma tão rapidamente. Por isso, além de investir em cursos, é importante que você saiba como aprender a aprender

O conceito desse processo contínuo de aprendizagem é chamado de lifelong learning. Ele propõe que o aprendizado vai além da educação formal e que ele não tem um ponto final: ele deve ser constantemente presente na sua vida. 

Por isso, conheça novas formas de aprender e entenda como estar atualizado a partir de outras fontes de conhecimento, como outros cursos possíveis, blogs, vídeos, documentários, podcasts, materiais como ebooks, educação corporativa e tantas outras possibilidades.

O melhor momento para o seu desenvolvimento

Agora. É este o melhor momento para você desenvolver as habilidades mais importantes para a sua carreira. Independentemente do seu estágio profissional, sempre é tempo de aprender e desenvolver as suas habilidades

Por isso, conte com a Conquer! Com cursos online gravados e ao vivo, você vai desenvolver habilidades como inteligência emocional, produtividade, oratória e negociação, além de especializações que vão te ajudar a se tornar um profissional de destaque. 

Quer conhecer os cursos da Conquer? Clique aqui e confira mais detalhes do curso que vai desenvolver a sua próxima habilidade profissional