Imagine que, de uma semana para outra, o produto ou serviço oferecido pela sua empresa deixe de fazer sentido para o mercado. 

Pois é, essa é a situação em que muitas organizações se encontram nesse período de profundas transformações.

Nesse momento, agir de maneira acelerada é sinônimo de sobrevivência!

Criar novos produtos e serviços se tornou imperativo para muitas organizações. A dedicação exigida nesse processo, porém, depende do estágio de transformação digital em que elas estão.

As empresas que já tinham abraçado a transformação digital saíram na frente. Familiarizadas com metodologias ágeis e embasadas por uma cultura digital, elas já estão se reformulando e vão seguir influentes (ou quem sabe até mais fortes) no mercado em que atuam.

Já várias organizações que ainda não haviam iniciado o processo de transformação digital podem estar paralisadas, sem saber como atuar nesse ambiente digital.

Nesse caso, não há outra saída: é preciso inovar.

Neste artigo, vamos explicar como as organizações podem acelerar a criação de novos produtos e serviços.

Continue com a gente!

Transformação digital como regra

Antes de falarmos sobre como criar novos produtos e serviços de maneira acelerada, precisamos ressaltar um ponto: o mundo como conhecíamos não existe mais!

Não voltaremos ao normal, porque o normal que conhecíamos já está ultrapassado. Como pessoas e como organizações, teremos que compreender rapidamente o “novo normal” para onde estamos caminhando.

Por isso, se a sua empresa via a transformação digital apenas como uma opção, está na hora de mudar essa percepção.

Outros padrões de consumo estão se revelando porque, claro, a sociedade está se deparando com novos problemas e costumes.

Organizações que tinham resistência à inovação já estão revendo seu posicionamento.

E aqui precisamos fazer uma ressalva: o aprendizado acelerado já era uma realidade antes da pandemia. 

Muitas empresas já estavam trilhando uma trajetória constante de inovação, revisando suas culturas, processos, estratégias e produtos para adaptá-los à era exponencial.

O que a pandemia do novo coronavírus confirmou foi a necessidade de transformação digital imediata para as organizações.

Em outras palavras, o que era apenas uma opção se tornou condição de sobrevivência.

O jeito de criar produtos mudou

Apresentar os requisitos de um produto, aprová-los, passar por um longo período de desenvolvimento para só depois lançá-lo e validá-lo no mercado.

Pare e pense: essa lógica é compatível com a velocidade do mundo contemporâneo?

Agora pergunte-se novamente: produtos e serviços criados com base nessa metodologia têm alguma chance de sobreviver a essa crise que estamos vivendo?

Sim, o jeito de criar produtos e serviços mudou, e ele é ágil!

Modelo Waterfall ou Modelo em Cascata

A imagem acima ilustra as diferenças entre três modelos utilizados para a criação de produtos e serviços, começando pelo tradicional Modelo Waterfall. 

Nesse caso, falamos “tradicional” para não falar “ultrapassado”, e você vai entender o porquê.

Criado na década de 1970, o Modelo Waterfall ou Modelo em Cascata prevê que todos os aspectos de um produto ou serviço sejam avaliados exaustivamente antes dele ir para o mercado.

Assim, as etapas de definição de requisitos, planejamento, execução e validação funcionam no modelo de cascata, ou seja, uma só começa quando a anterior termina. 

E se você conferir a imagem novamente, verá que o processo de desenvolvimento do produto ou serviço é longo e, na maioria das vezes caro!

Além de ser lento, o Modelo Waterfall geralmente faz com que os produtos e serviços fiquem presos a um escopo engessado, que pode não fazer mais sentido para o mercado quando for lançado.

Como você bem sabe, a lentidão não é mais compatível com o mundo em que vivemos, e as organizações foram pressionadas a acelerar a criação de produtos e novos serviços.

Metodologias ágeis

Com as metodologias ágeis, o processo de criação de produtos e serviços foi acelerado de maneira significativa. 

Mais flexíveis, elas ajudam as equipes a se preparar para o que é imprevisível dentro de um projeto, promovendo a inspeção e a adaptação frequentes.

Como fica visível na imagem acima, os ciclos de desenvolvimento são mais curtos e os aprendizados são mais constantes, já que o produto passa por mais processos de validação.

Para produtos digitais, que não dependem de uma territorialidade específica, as metodologias ágeis proporcionam testes muito mais rápidos. 

Modelo Lean Startup

Já no modelo Lean Startup, a criação de novos produtos e serviços ganhou uma velocidade até então inimaginável. Ele é muito comum em startups, mas pode ser aplicado em qualquer organização ou negócio.

A maior vantagem do modelo Lean é possibilitar a identificação e a eliminação de desperdícios na execução de um projeto.

As etapas para a criação de novos produtos e serviços são as mesmas: identificação dos requisitos, desenvolvimento, lançamento e validação com o cliente. A diferença é que esse processo é sequencial e muito ágil.

O nome disso é inovação contínua!

Nesse modelo, ganha destaque o conceito de Produto Mínimo Viável – no inglês, Minimum Viable Product (MVP). Por definição, o MVP é uma versão simplificada e enxuta do produto ou serviço, que carrega todos os requisitos mínimos para que o cliente tenha uma boa experiência.

Trata-se da primeira e mais viável versão do produto, o que não significa dizer que ele terá baixa qualidade. O foco é a flexibilidade. 

Quando há pouquíssimo tempo para desenvolver e entregar um produto, a velocidade é quem dita os processos. E o modelo Lean Startup nada mais é do que a garantia de agilidade na elaboração, na produção e na avaliação dos resultados do produto ou serviço.

Essa metodologia enxuta e ágil é especialmente valiosa para momentos de grande incerteza como o que estamos vivendo.

Empresas que já operavam no modelo Lean Startup, com estágio avançado de transformação digital, estão conseguindo se adaptar de maneira mais assertiva nesse período.

Acelere a criação de produtos e serviços na sua empresa!

Quer garantir agilidade na criação de novos produtos e serviços na sua empresa?

O Conquer Labs, spinoff de inovação da Conquer, oferece programas que aceleram a transformação digital e a cultura digital nas organizações através da implementação de metodologias ágeis e inovadoras. Os programas são customizados para as necessidades de cada empresa.

Quer saber mais sobre os programas? Então clique aqui e acesse o site do Conquer Labs!