Ser o seu próprio chefe, fazer o seu horário, ter autonomia para tomar decisões, trabalhar com o que ama, gerar empregos e ainda ter a chance de ganhar muito dinheiro!

Tentador, não é?!

Esses são alguns dos benefícios e vantagens que impulsionam o crescimento do número de empreendedores no Brasil a cada ano.

Segundo uma pesquisa realizada pelo Sebrae em 2017, a taxa total de empreendedorismo no Brasil foi de 36,4%, o que significa que, de cada 100 brasileiros e brasileiras adultos, 36 deles estavam conduzindo alguma atividade empreendedora.

Em números absolutos, significa dizer que quase 50 milhões de brasileiros já empreendem ou realizaram alguma ação visando a criação de um empreendimento em um futuro próximo.

Além disso, a Endeavor (maior organização de apoio a empreendedorismo e empreendedores de alto impacto do mundo) afirma que 3/4 dos brasileiros veem o empreendedorismo como opção de carreira.

É incrível ver tanta gente querendo empreender e novas empresas surgindo no Brasil. Ao mesmo tempo, se você olhar para o número de empresas que sobrevivem, é preocupante. Segundo relatório do Sebrae, de cada 4 empresas abertas, 1 fecha antes mesmo de completar 2 anos de existência.

Por que tantas empresas fecham tão cedo?

Porque empreender tem inúmeras vantagens (inclusive as listadas no início deste artigo) e pode ser realmente incrível, mas com certeza não é um caminho fácil a seguir e está longe de ser um conto de fadas.

Empreender exige uma dose cavalar de coragem, muita força de vontade, trabalho duro e a incrível capacidade de ser resiliente. E empreender no Brasil, então?! Isso sim pode ser uma prova de resistência, tanto pelos obstáculos econômicos, quanto pela quantidade de impostos, falta de incentivo ou burocracia.

Só para você ter uma ideia, 2038 horas é o tempo que o empreendedor gasta lidando com a burocracia no Brasil em um ano, segundo a Endeavor.

Todo mundo que empreende por aqui vai enfrentar as mesmas dificuldades. Então o que difere os empreendedores que penam para sobreviver (ou simplesmente fecham as portas) daqueles que fazem suas empresas decolarem?

Poderia falar aqui sobre diversas variáveis, até porque muita coisa influencia no desempenho de uma empresa, mas há dois fatores primordiais que diferenciam os empreendedores:

1º fator: Preparação para empreender

Os profissionais empreendem por necessidade ou por oportunidade. Independente do motivo, poucos são os que se preparam para empreender e estudam a fundo antes de começar um negócio. Segundo a Endeavor, apenas 9% de quem quer empreender diz estar buscando preparo para isso.

Pela ânsia de colocar o negócio para rodar logo, os profissionais se preparam pouco antes de empreender. Depois que o projeto está no ar, os empreendedores tendem a ser sugados pela rotina diária e a pela grande quantidade de trabalho.

Fica um passo à frente o empreendedor que busca estudar e aprender mais, está conectado com outros empreendedores e busca as melhores práticas para fazer mais com menos esforço e tempo. Isso aumenta e muito as chances de fazer sua empresa decolar.

Investir um tempo para se desenvolver e aprender com quem já trilhou o mesmo caminho, passou pelos mesmos problemas e tem muito a ensinar faz toda a diferença para ajustar o rumo do negócio.

2º fator: Priorizar e direcionar esforços e recursos no que realmente vai fazer a empresa crescer

Priorizar e direcionar esforços e recursos. Este segundo fator está totalmente ligado ao anterior, porque sem preparação e sem buscar aprender constantemente para conhecer as melhores práticas, muitos empreendedores seguem no achismo. E gastam muito tempo e dinheiro com coisas que pouco influenciam na expansão do negócio.

É fundamental saber o que priorizar e onde investir seus esforços para realmente acelerar o crescimento da empresa.

Você tem ideia de onde deve focar seus esforços AGORA para fazer a sua empresa crescer?

Para te dar uma super ajuda, separamos neste artigo os 5 pilares fundamentais que todo empreendedor precisa desenvolver AGORA para fazer a sua empresa crescer

Os 5 pilares fundamentais para fazer a sua empresa crescer:

1. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

É o planejamento estratégico que indica o caminho que a empresa deve seguir, sem ele o seu negócio não vai sobreviver e muito menos decolar! Esse planejamento deve ser feito em qualquer empresa independente do porte ou do segmento em que esteja inserida.

Apesar de parecer algo que não tem aplicação prática, planejar é o que permite que a empresa se organize, trilhe o caminho a seguir, desenvolva diferenciais competitivos e atinja seus objetivos.

Para que seu planejamento estratégico seja eficaz você precisa:

  • definir objetivos e metas e separá-las entre curto, médio e longo prazo;
  • comunicar aos colaboradores os objetivos para deixar claro o que a empresa espera de cada um e mantê-los motivados e engajados na causa comum;
  • desenvolver planos de ação para entender como será possível realizar aquilo que a sua empresa precisa fazer para que sua estratégia seja bem-sucedida.

Importante: O planejamento precisa ser visitado constantemente, tendo em vista mudanças no mercado externo, na concorrência e as tendências, para que possa planejar as suas mudanças e possíveis novos posicionamentos. Mudanças de rota sempre podem acontecer!

2. LIDERANÇA E GESTÃO DE PESSOAS

Se quiser ir rápido, vá sozinho, se quiser ir longe, vá acompanhado, mas se quiser ir longe e rápido, vá com um time incrível!

Que um bom time de colaboradores é uma peça fundamental para o crescimento da empresa, todo mundo sabe. Só é possível construir e manter bons funcionários se existirem bons líderes. Mas liderar uma equipe nunca é algo fácil, concorda?

Hoje, o desafio de liderar um time é ainda maior, pois tudo está mudando numa velocidade incrível e as novas gerações exigem cada vez mais dos líderes.

De acordo com uma pesquisa feita pela Harvard Business Review, 75% dos funcionários afirmam que seu superior imediato constitui a pior parte de seu trabalho. E piora: 65% aceitaria um corte de salário se o seu chefe fosse substituído por um melhor.

Assustador, né? Imagina quantos excelentes profissionais diminuem drasticamente a produtividade ou saem das empresas apenas porque os “chefes” não sabem liderar?

Então, para montar seu dream team e fazer a sua empresa crescer, você precisa se desenvolver como líder e gestor para saber guiar seu time para o caminho certo. Para isso, você precisa focar em:

  • aprender a delegar para descentralizar as demandas, focar no que realmente não pode ser feito por outra pessoa e, consequentemente, otimizar resultados.
  • criar estratégias para inspirar e engajar pessoas já que um time desmotivado não produz bem nem gera bons resultados.
  • construir uma cultura forte e capaz de colocar toda a empresa para trabalhar em harmonia e focados no mesmo propósito
  • saber recrutar e demitir para selecionar apenas quem realmente tem o feat com a empresa e pode contribuir para o crescimento, e, além disso, saber identificar rapidamente quando está na hora de demitir um colaborador.
  • desenvolver times de alto desempenho para que todos tenham auto responsabilidade, estejam capacitados e preparados para entregar o seu máximo.

3. INOVAÇÃO FOCADA NO CLIENTE

Número de concorrentes aumentando, a tecnologia avançando, incertezas com relação ao futuro e consumidores cada vez mais exigentes, essa é a realidade onde as empresas estão inseridas.

Por esses e outros motivos, a busca por inovação é algo que precisa fazer parte da rotina das empresas. Tanto o empreendedor quanto os líderes e colaboradores precisam estar inseridos em um ambiente que favoreça a inovação e a criatividade para que todos possam explorar novas ideias e aplicar estratégias inteligentes para otimizar processos e desenvolver novos produtos e serviços focados nos clientes.

É comum surgirem dúvidas sobre quais seriam as melhores formas de inserir a cultura da inovação dentro da sua empresa e, a seguir, listamos onde você precisa focar para ajudar a criar um ambiente inovador na empresa. Confira:

  • implantar modelos de gestão com a filosofia Lean Startup, ou seja, que os processos permitam uma criação ágil, onde é possível errar rápido e barato para corrigir erros
  • criar pilotos de novos produtos e serviços para testar com velocidade. O piloto deve ter o mínimo necessário para medir a adesão do seu cliente à sua proposta.
  • utilizar a metodologia Design Thinking - metodologia mais poderosa para resolver problemas complexos - no processo de criação de novos produtos e serviços para torná-los mais rápidos, completos e adequados à necessidade do mercado.
  • a criação centrada no usuário (customer centric design) deve guiar o planejamento da empresa, caso contrário, a empresa corre o risco de cair no limbo da irrelevância, sem necessidade de mercado.
  • liderar facilitando a cocriação, pois a postura do líder é o primeiro passo para criar um ambiente de cocriação, fundamental para que os itens acima saiam do papel.
  • fazer uma gestão inteligente de portfólio para que este faça sentido tanto para você (empresa) quanto para o mercado (clientes). Fazer uma gestão inteligente é importante tanto para a saúde financeira da sua empresa quanto para garantir que a empresa permaneça inovadora.

4. MARKETING, BRANDING E VENDAS

Você vê o marketing como custo ou investimento?

Espero que tenha respondido investimento, pois o marketing é o oxigênio das empresas que têm uma visão de longo prazo! Então, se você quer fazer sua empresa crescer, pense nele com carinho!

O investimento em marketing e branding feito de forma inteligente vai fazer com que sua empresa seja mais vista (e lembrada), atinja muito mais pessoas, aumente o número de novos negócios e, consequentemente, aumente sua competitividade no mercado.

O que acontece é que muitas empresas ainda enxergam o marketing de forma muito simplista e acreditam que fazê-lo se resume a ter um site, enviar emails e fazer ações promocionais. Há também aquelas empresas que só vão pensar no marketing quando percebem que os resultados não estão tão bons quanto estava previsto.

Ao explorar o marketing de forma errônea ou utilizá-lo apenas em momentos de crise, você está limitando as possibilidades e o crescimento da sua própria empresa.

Além do marketing e do branding, você precisa investir também na sua estratégia de vendas, precificação e processos comerciais, pois quando um prospect chegar, você precisa ter certeza de que o time de vendas está preparado para recebê-lo e convertê-lo em cliente.

Na hora de pensar em marketing e branding dentro da sua empresa, foque em:

  • criar uma estratégia de branding e gestão de marcas para tornar a sua marca forte e conhecida exatamente da forma que você quer que ela seja lembrada
  • definir um plano de marketing com ações de curto, médio e longo prazo e foco em resultados
  • invista em marketing digital, porque a tecnologia, a internet e as mídias sociais estão aí para te ajudar a expandir o seu negócio
  • otimizar a definição de preços utilizando estratégias de precificação e elasticidade de preços.
  • criar um pitch de vendas matador repleto de gatilhos mentais para converter na mesma hora.
  • faça a gestão do time de vendas desde o treinamento até o atendimento

5. GESTÃO INTELIGENTE

Você sabe o que é gestão inteligente?

Ela está relacionada a entregar subsídios para que as decisões na sua empresa sejam mais ágeis e assertivas e chega para contribuir com processos mais organizados e um crescimento contínuo e sustentável.

Uma gestão inteligente facilita a tomada de decisões, pois as decisões deixam de ser intuitivas e passam a ser baseadas em informações estratégicas. Com a gestão inteligente, você passa a conhecer melhor seu negócio porque se apoia em dados e ferramentas como um software de gestão.

Pensando em te ajudar, separamos alguns pontos importantes que você precisa focar para trabalhar com foco em uma gestão inteligente:

  • definir KPIs (key performance indicators) e OKRs (objectives and key results) e os apresentar de forma simples e fácil para toda a empresa.
  • estabelecer rituais de gestão para facilitar os processos, otimizar a rotina e ter uma ganho na produtividade.
  • criar processos claros para desenvolvimento de produtos e serviços, para agilizar a criação, manter a consistência e a qualidade.
  • buscar sempre melhorar processos com metodologia PDCA, uma ferramenta de gestão que tem como objetivo promover a melhoria contínua dos processos por meio de um circuito de quatro ações: planejar, fazer, checar e agir.

Depois de ler este artigo, você já passa a ter uma visão geral do que precisa ser feito para a sua empresa crescer. É bastante coisa, né? Mas ninguém disse que seria fácil!

Descubra as melhores estratégias para otimizar processos e aumentar a lucratividade, aprenda a posicionar a sua marca e a engajar times com a pós-graduação em Gestão Estratégica de Negócios.

Personalizada, flexível e mão na massa, a pós-graduação Conquer é diferente de tudo o que você já viu. Dê adeus a aulas expositivas e metodologias focadas muito na teoria e pouco na prática.

Saiba mais e faça sua inscrição na pós-graduação em Gestão Estratégica de Negócios da Conquer.