Treinamento in company: o que é e como implementar

Treinamentos in company estão na lista de prioridades da sua empresa?

Segundo a Gartner, 70% dos funcionários relatam que não dominam as habilidades que precisam para seus empregos. Como resolver isso? Investindo em capacitação de qualidade, e acompanhando resultados. 

Vamos descobrir, ao longo do texto, o que é treinamento in company, como escolher o treinamento ideal e implementar na sua empresa.

 

O que é treinamento in company?

Treinamentos in company são capacitações oferecidas por empresas a seus colaboradores, com objetivo de capacitar a equipe em assuntos técnicos ou comportamentais.

O processo de implementação de um treinamento corporativo é construído em várias etapas. 

Primeiro, é preciso mapear as habilidades a serem desenvolvidas de cada equipe ou colaborador. Essa é uma etapa crítica para o sucesso do treinamento. Somente a partir dela, é possível avançar para a escolha, implementação e mensuração de resultados. 

Os treinamentos corporativos podem atingir todos os níveis da empresa, do operacional ao gerencial. Empresas que  investem em educação executiva, preparando seus líderes, percebem aumento no seu desempenho financeiro. Mas, para atingir este retorno, é preciso que o investimento em educação seja consistente e contínuo. 

No Brasil, 0,63% do faturamento das companhias é destinado a programas de capacitação. No gráfico abaixo, observe o comparativo entre o investimento brasileiro e americano.  

No Brasil, são gastos R$997 reias por colaborador em treinamentos e 19n horas por ano. Já nos Estados Unidos, são investidos $1252 dólares por colaborador e 36 horas por ano.
Fonte: Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento e Association for Talent Development

O modelo flexível de trabalho e o aumento da competição por talentos acelerou o investimento em capacitação de funcionários. Um programa de capacitação bem estruturado pode ser um diferencial competitivo na hora de um talento escolher entre duas empresas. Para que a jornada traga os resultados esperados, vamos explorar, em detalhes, cada fase da realização de treinamentos corporativos: a identificação, escolha e implementação.

 

Como fazer um treinamento in company

Na primeira etapa, está um dos grandes erros cometidos na implementação de um treinamento in company - a falta de clareza sobre necessidade e objetivos. As empresas que pulam esse passo dificilmente irão perceber resultados nos treinamentos. Algumas delas contrataram treinamentos que são tendências, mas sem compreender de fato o que é necessário. Analisar as demandas de desenvolvimento de equipes, mapear quem deve ser treinado e qual tipo de treinamento a ser aplicado é o que guiará todo o planejamento. 

A análise de necessidades pode ocorrer por dois caminhos: no primeiro, o líder identifica um ponto de melhoria no seu time, e aciona o RH para viabilizar o treinamento. Já no segundo, o próprio RH conduz pesquisas e análise de performance, identificando quais são os pontos de melhoria da equipe, ou quais pontos devem ser desenvolvidos para acompanhar a estratégia do negócio. 

Por exemplo, em uma empresa que traçou como objetivo estratégico a digitalização de todos seus processos, um treinamento sobre transformação digital pode fazer sentido.

A temática de treinamentos corporativos varia entre:

  • hard skills: competências técnicas, como linguagem de programação, análise de dados, marketing.
  • soft skills: competências comportamentais, como liderança, team building, produtividade.

Para ajudar a mapear quais habilidades precisam de mais atenção na equipe, você pode utilizar a ferramenta de Diagnóstico de Soft Skills da Conquer. Com os resultados obtidos, ficará mais simples avançarmos às próximas etapas. 

Clique aqui para acessar o diagnóstico de soft skills.

Outro ponto importante é a definição do objetivo a ser alcançado com o treinamento. A partir dos objetivos, é possível traçar metas e indicadores de acompanhamento, que ajudarão a medir a efetividade das ações. 

 

Qual o treinamento ideal para minha empresa? 

Após identificar a necessidade, e quais são os temas que merecem atenção, chegou a hora de definir como o treinamento acontecerá, e quem será o responsável por ele

In, on ou out: qual o melhor modelo de treinamento corporativo?

Um dos pontos que deve ser considerado na hora de escolher um treinamento, é a modalidade que ele ocorrerá. Ele pode acontecer, principalmente, de três formas: 

  • In Company = ocorre no ambiente da empresa.
  • On Company = ocorre de forma remota (online).
  • Out Company = ocorre fora da empresa, e o ambiente pode fazer parte da capacitação. Por exemplo, realizar um treinamento de teambuilding em um parque de aventura. 

O mais importante, nesse ponto, é entender o perfil das pessoas que participarão do treinamento, e os resultados que devem ser alcançados

Se toda sua equipe está trabalhando de forma remota, faz sentido levá-la para o presencial para realizar o treinamento? Caso o objetivo da capacitação seja interação e conexão entre pessoas, a resposta é sim. Mas, se o treinamento é sobre produtividade, o formato presencial pode ter pouco impacto.

Depois de compreender perfil e formato, é hora de escolher o parceiro para realizar o treinamento. Seja criterioso nessa etapa, pois a metodologia utilizada está diretamente ligada à experiência e engajamento do colaborador. 

Exemplo de treinamentos In Company

Os assuntos e formatos são diversos, e variam de acordo com a necessidade de cada negócio. Alguns  exemplos são:

 

Quanto custa um treinamento corporativo e qual o retorno (ROI) 

Outro ponto que impacta a decisão é quem será o fornecedor, pois está diretamente relacionado ao investimento financeiro necessário. Uma dica é ter um orçamento, semestral ou anual, já definido junto à direção da empresa. Assim, você tem mais liberdade para buscar por fornecedores de acordo com seu orçamento. 

O valor a ser investido irá variar de acordo com o tema, formato de conteúdo, horas de treinamento e modelo (in, on ou out company). Lembre-se de buscar por empresas com métodos inovadores e que possuam boas referências no mercado.  

Uma estratégia para conseguir aprovação para novos treinamentos é apresentando o retorno sobre investimento (ROI) das últimas capacitações, ou seja, qual o lucro da empresa ao investir determinado valor. 

Treinamentos in company personalizados

A personalização faz parte da jornada de aprendizagem, pois cada equipe é única, e possui um grau de conhecimento.  Além da escolha pelo método de realização (in, on, out), é preciso entender os formatos - eles serão fundamentais no engajamento das equipes. O método tradicional, onde apenas o professor fala e os alunos escutam, dificilmente funcionará no ambiente corporativo.

Além de conhecimento teórico, é preciso mostrar a aplicação na prática, provocando o funcionário para que ele também coloque a mão na massa. É possível aplicar essa metodologia com: rodas de conversa, dinâmicas em grupo (presencial ou online), desafios, posts em redes sociais corporativas, entre outros. 

A Escola Conquer já aplicou treinamentos em mais de 300 empresas, com jornadas de aprendizagem exclusivas, levando em conta seus processos e sua cultura.

 

Implementando um treinamento corporativo

O treinamento corporativo deve ser um processo cíclico, ou seja, embora os colaboradores apresentem excelentes resultados após uma capacitação, eles tendem a diminuir com o passar do tempo. Por isso, deve haver um planejamento a longo prazo, como uma jornada de aprendizagem

Como em todo o processo, alguns obstáculos podem dificultar a implementação de treinamentos. A pesquisa abaixo mostra as principais dificuldades na implementação de treinamentos online: 

Gráfico ilustrativo que demostra as dificuldades para implementar treinamentos in company onlie a partir de pesquisa.
Fonte: WTC São Paulo Business Club

Nesses casos, é importante buscar alternativas e parcerias que possam ajudar a encontrar a melhor saída. Empresas especializadas em treinamentos in company possuem alternativas para cada um dos itens apontados, trazendo segurança para o processo. 

Outro fator essencial é manter o engajamento da equipe para que o funcionário  compreenda e internalize o conhecimento. As ferramentas tecnológicas, como plataformas e aplicativos, proporcionam uma boa experiência ao usuário, e colaboram no engajamento. Mas, isoladas não são suficientes. É preciso aliar a processo de feedback e ferramentas de interação e avaliação. E, por fim, é preciso que a cultura da empresa incentive a aprendizagem. Que o colaborador perceba nos processos de treinamento a oportunidade de desenvolvimento profissional e pessoal.

  • Na Edição do RH Week: Gestão Híbrida, Emília Ferraz, Diretora de Talentos, Conhecimento e Cultura do Grupo Boticário, contou quais ações ajudam no engajamento dos colaboradores. Aperte o play!

 

Por fim, não esqueça de medir os resultados. Você pode utilizar avaliações objetivas, pesquisas de satisfação e ROI. Lembre-se de acompanhar, junto ao líder, a evolução das pessoas que receberam o treinamento. E mantenha a jornada de aprendizagem sempre viva. 

 

Mão na massa: checklist de implementação 

Agora que compreendemos todas as etapas para realização de um treinamento in company, é hora de colocar a mão na massa e ir para a prática. Para isso, preparamos o checklist abaixo. Nele, você pode ir marcando cada tarefa realizada, evitando assim pular etapas! Aproveite!

 

Identificação

- Realizar diagnóstico de soft skills

- Mapear equipes envolvidas no treinamento

- Co-criar com líderes a jornada de aprendizagem

 

Escolha

- Entender perfil da equipe (presencial, híbrida, jovem, sênior)

- Pensar no formato mais adequado para consumir o conteúdo (a Conquer pode te ajudar!)

- Pesquisar e conversar com fornecedores.

- Tem alguma dúvida ou assunto em especial que você gostaria de abordar? Aponte ele.

- Agora sim! Contratar o treinamento.

 

Implementação

- Marcar na agenda dos participantes os dias e horários do treinamento.

- Divulgar! Engaje as pessoas para que elas entendam o porquê.

- Mensurar resultados.

- Avançar para a próxima etapa da jornada. 

Metodologia ativa, personalização e professores do mercado. Os treinamentos corporativos da Conquer In Company são estruturados de acordo com o perfil e cultura da empresa, com conteúdo de fácil aplicação na vida real. Para saber mais, fale com nossos especialistas.

Comentários