A tecnologia, a inovação e as mudanças geopolíticas estão acelerando a necessidade de mudança na cultura e nas figuras de liderança das empresas.

Portanto, as empresas que desejam evoluir completamente, atrair as melhores pessoas e oferecer os melhores produtos e serviços, precisam ter líderes de alto desempenho.

Os líderes que não evoluem serão lentamente ultrapassados ​​por aqueles que acompanham as mudanças nas marés. Muitos líderes não pensam em si mesmos como os "guias" da liderança.

Bruna (personagem fictícia) trabalhou para uma empresa de serviços financeiros. A empresa ocupou espaço em um mercado competitivo e complexo que estava mudando rapidamente.

Primeiro, ela começou a trabalhar como chefe do financeiro para tratar de rentabilidade e controles. Depois de alguns meses, foi convidada a se juntar à empresa como presidente.

As habilidades de liderança da Bruna e sua ampla experiência comercial permitiram que a empresa abordasse alguns desafios internos. Além disso, ela conseguiu posicionar a empresa em um patamar muito mais valioso do setor.

Inicialmente, Bruna revisou os processos financeiros para garantir pagamentos precisos, abordou a estrutura organizacional e colocou pessoas em cargos onde teriam um maior desenvolvimento e impacto. Em três anos, a empresa foi vendida com um grande aumento no seu valor.

No ambiente de mudança rápida e complexa de hoje, Bruna exibiu as competências que os líderes precisam para se tornarem bem sucedidos. Confira quais são essas habilidades:

1. Seja profissionalmente humilde

Nesse exemplo, Bruna não só identificou o propósito da empresa e os princípios orientadores, como também os utilizava diariamente.

Ela sempre se comunicava com as pessoas de forma que entendessem qual era a expectativa de produção e comportamento. Por isso, a equipe ficava alinhada, as decisões eram tomadas em conjunto e o mérito das conquistas era de todos.

2. Tenha um compromisso inabalável com o correto

Tudo o que Bruna fez foi conduzido pela missão da empresa e seus valores pessoais.

Em uma ocasião, ela orientou que um grande cliente não mantivesse mais contato direto com seus funcionários. Isso porque ele os repreendia continuamente, gerando um grande desconforto dentro da equipe.

Como líder, é importante que seus seguidores compreendam o objetivo de ações difíceis e sua finalidade.

3. Seja um pensador de 360 ​​graus

É imprescindível que os líderes compreendam sua indústria e tendências que geram sucesso futuro.

As mudanças que Bruna levou à empresa através de processos de atualização posicionaram a organização como um concorrente maior na indústria.

Bruna precisava entender a empresa, a indústria e as melhores práticas de outras indústrias. Por isso, ela investiu em unidades de negócios crescentes enquanto desinvestiu nos negócios de commodities.

4. Seja intelectualmente versátil

Os líderes que podem tirar proveito de uma ampla gama de conhecimentos estão melhor equipados para antecipar e liderar a mudança.

Bruna estava altamente comprometida com a empresa que estava transformando, mas usou seu tempo para continuar aprendendo.

Por ser altamente envolvida com sua família e as artes, ela conseguia recarregar as energias com seus interesses externos. Por consequência, Bruna também conseguiu permanecer firme na empresa, o que se torna crucial quando o trabalho é muito exigente.

5. Seja altamente autêntico e reflexivo

Líderes que continuamente procuram feedbacks promovem culturas amigas da mudança. Bruna é autêntica porque ela não só vive sua missão e valores pessoais, como também procura o feedback de seus colegas.

Embora trabalhe longas horas, Bruna usa seu tempo para pensar sobre como suas ações irão atravessar seu negócio. Além disso, ela procura entender como seus parceiros, clientes e concorrentes responderão e serão afetados. É esse o foco que distingue os líderes ao longo do tempo.

6. Seja capaz de inspirar as pessoas através da sua liderança

Durante as mudanças, a taxa de atrito de Bruna foi mínima - mesmo com demissões. Acima de tudo, ela era o mais transparente possível para explicar os desafios da empresa e as oportunidades que eles estavam buscando.

Ao lidar com questões desafiadoras, Bruna as enfrentou de frente e de formas que se alinhavam com seus valores. Além disso, sua humildade e compromisso com a ação correta também foram altamente inspiradores.

Toda a equipe sabia que ela estava trabalhando para o melhor interesse da organização e de todas as partes interessadas - e não para o seu ganho pessoal.

7. Seja completamente colaborativo

Bruna continuamente buscou contribuições de toda a empresa, desde seus funcionários até seus clientes. Seu objetivo era criar uma organização bem sucedida e, para isso, ela sabia que todos precisavam trabalhar juntos.

Para que houvesse um foco melhor na resolução de problemas e na criação de soluções líderes no mercado, era preciso ouvir diferentes pontos de vista com base em diferentes papeis.

É indiscutível que os líderes devem continuar desenvolvendo sua mentalidade constantemente. Além disso, suas habilidades e comportamentos também precisam estar sempre alinhados para se manter à frente do ritmo acelerado da mudança.

Bruna modela a mentalidade e os comportamentos necessários com o objetivo de transformar a empresa em um espaço altamente complexo, competitivo e em constante mudança.

Essas mentalidades e comportamentos são a base para líderes. Então, ao passar por um processo estruturado de desenvolvimento de liderança, os líderes podem desenvolver as habilidades necessárias para criar inovações contínuas em suas organizações.

Portanto, não se torne o desatualizado da liderança. Invista no seu desenvolvimento para ajudá-lo a evoluir à taxa que você e sua empresa precisam para prosperar

Se você deseja se tornar um líder de alto impacto e deixar uma marca positiva na vida das pessoas, conheça o GBC em Liderança e Gestão de Pessoas da Conquer, um programa inovador no qual você irá desenvolver as habilidades essenciais para uma liderança efetiva no século XXI.