Já ouviu falar em glossofobia? Não? Pois apresento a você: o medo de falar em público!

Fato é que este grande vilão ainda continua assombrando muita gente quando o assunto é se apresentar em frente a uma plateia. Afinal, esta fobia traz à tona um sentimento de que, se eu travar e perder minha autoconfiança em uma apresentação, tudo se resumirá em: julgamento, não aceitação e vergonha. Conhece essa história? É de arrepiar o cabelo de qualquer um!

Calma, você não está sozinho

Antes de mais nada, é importante você saber que não está sozinho nessa! O medo de falar em público é um sentimento presente em milhões de pessoas no mundo. Não sabia disso? Éééé, eu garanto que não é só você que tem noites perdidas de sono por conta dessa ansiedade.

Inclusive, um estudo realizado com mais de 3 mil ingleses e publicado pelo jornal britânico Sunday Times, em 2015, revelou o medo de falar em público como o mais temido medo do ser humano (41%), muito maior que o medo de ter problemas financeiros (22%), ficar doente e, inclusive, de morrer (19%)!

Outra pesquisa da Universidade de Chapman, de 2014, também indicou o medo de falar em público como o mais presente entre os entrevistados, cerca de 25% (cinte e cinco por cento)!

Isso significa que, assim como você, muita gente sofre os sintomas do medo de falar em público, mas ao mesmo tempo tem buscado uma fórmula mágica que traga a coragem necessária para superar a ansiedade e vencer o medo

Mas por que sentimos medo de falar em público?

Para saber como superar o medo de falar em público, antes é preciso entender de onde vem esse medo, ou seja, qual a sua origem e o motivo pelo qual isso acontece!

E a grande razão de sentirmos esse medo de falar em público é que uma parte do nosso cérebro, a mais primitiva, foi projetada para “fugir ou lutar”! Como assim? Isso mesmo! O nosso cérebro mais instintivo, chamado reptiliano, foi programado desde nossos ancestrais para se proteger de ameaças... encarando os medos ou fugindo deles.

Nesse momento de ameaça, o cérebro faz com que o seu corpo ative um hormônio chamado adrenalina, que faz aumentar o batimento cardíaco, justamente para você correr (na fuga) ou brigar (na luta).

Acontece que, no momento de falar em público, você está ali, parado, diante de uma plateia, o que faz toda a energia da adrenalina estancar causando rigidez muscular, suor, tremedeira, etc. ou seja, aquela baita sensação de desconforto!

E olha o que essa sensação já causou na Patrícia Taufer, jornalista e professora do curso de Oratória da Conquer:

Isso significa dizer que o nosso corpo acaba respondendo a tudo o que está se passando na nossa cabeça. Por exemplo, se, diante de uma plateia, você trouxer à mente pensamentos como: “vai dar branco”, “estou sendo julgado”, “o público está disperso”, “não estão gostando do meu conteúdo”, “eles estão vendo que estou nervoso”, “estou gaguejando e corado”... seu corpo automaticamente irá despertar em você sentimentos como insegurança, ansiedade, vergonha, e, o nosso grande vilão, o MEDO!

Justamente por conta disso, que tantas pessoas, como você, têm colocado os pés para correr... não para fugir do medo de falar em público, mas em busca de cursos de oratória que ensinem ferramentas para perder o medo!

É possível acabar com o medo de falar em público?

Mas será que é possível perder o medo? Ledo engano! O que podemos fazer é controlá-lo.

Muita gente nesse mundo ainda acredita no mito de que o medo de falar em público pode desaparecer com algumas aulas de como falar em público; e aí vem o primeiro engano! O medo faz parte do ser humano e ele é essencial para a nossa sobrevivência, assim como falamos agora pouco, no momento que nos percebemos diante de uma ameaça, ele nos protege.

Quer dizer que o mesmo medo que nos paralisa ao falar em público é um alerta para que nos proteger! Socorro, e o que fazer para esse medo não atrapalhar a sua apresentação? O que pode ser feito para superá-lo? Vem comigo!

Para ajudar você a controlar o medo de falar em público, abaixo trago 3 técnicas poderosas que podem ser usadas ainda hoje!

1. Mude seu pensamento agora!

Esta primeira técnica é tão simples como pensar em algo feliz antes do momento de falar em público. Isso mesmo! Ao substituir os pensamentos negativos, que aparecem antes e durante a sua apresentação, por pensamentos positivos, você vai acionar o seu cérebro para uma grande mudança!

O que vai acontecer, na prática, é que com os pensamentos positivos o seu cérebro vai disparar sentimentos positivos, e, então, fará com que o seu corpo se sinta muito mais seguro e autoconfiante.

Por isso, antes de iniciar seu discurso ou diante de uma plateia, é muito importante você trazer à mente pensamentos como: “eu vou conseguir”, “este é o meu sonho”, “eu estou preparado para este momento”, “tenho confiança do meu conteúdo”, “eu treinei e estou seguro para este momento”!!!

Fica então meu convite para mudar os seus pensamentos agora e colocá-los a favor do seu sucesso no momento de falar em público.

2. Observe a sua postura corporal

Com um pensamento confiante, você passará para este segundo passo que é observar a sua postura corporal. E a minha pergunta é, você está observando o seu corpo neste momento? Como você está sentado? Você está em uma postura confiante, com a coluna ereta, ombros encaixados, e uma expressão facial agradável, aberta?

Mesmo que você não esteja em momento ou situação de falar em público, é essencial incluir na sua rotina a percepção do seu corpo. Afinal de contas, assim como o pensamento tem o poder de alterar nossos sentimentos, a postura corporal que desempenhamos também!

A pesquisadora e professora da Harvard Business School, Amy Cuddy, que estuda o poder da presença, afirma que “a linguagem corporal afeta a maneira como os outros nos veem, mas também pode mudar a maneira como nos vemos”. Dá uma olhada no que ela tem a dizer sobre a linguagem corporal:

Por isso, nada melhor do que aproveitar da ciência e começar a mudar a sua postura corporal agora mesmo! Tente fazer uma postura mais empoderada e segura, de forma a aumentar a sua autoconfiança e garantir a autenticidade para entrar em conexão com o seu público, demonstrar confiança e superar mesmo essa situação desafiadora, que é falar em público!

3. Ressignifique a oratória

Outra técnica poderosa para transformar o medo em energia é ressignificar o sentimento atrelado à oratória. Isso mesmo!

Muita gente associa diretamente o falar em público a momentos de pânico e insegurança. E como vimos anteriormente, esses pensamentos podem ser matadores no momento da sua apresentação. Afinal de contas, pensamentos negativos apenas reforçam o sentimento negativo e uma postura de medo ao falar em público.

E aí está o grande pulo do gato! Quando estamos aprendendo algo em nossas vidas, mesmo quando crianças, ficamos inseguros, desconfortáveis em um primeiro momento, até que tal atividade se torne rotineira e um hábito.

Com o passar do tempo, nos tornamos mais confiantes, desenvolvemos nossa habilidade naquela atividade e inclusive a aprimoramos! Isso significa dizer que não adianta esperar momentos pontuais e de extrema relevância para falar em público... você deve começar desde já!

Incluir na rotina a comunicação é uma forma poderosa de ressignificar a oratória. Ou seja, aproveitar pequenas reuniões de time, almoços em família, aniversários... como oportunidades de falar em público, faz com que você já se coloque em situação desafiadora, domando esse medo!

Quanto mais se colocar em situações como essa, você conseguirá estar mais seguro no momento chave de se apresentar. Por isso, agarre toda a oportunidade que passar à sua frente e torne o medo de falar em público cada vez menor!

O que você já domina e o que precisa melhorar na sua oratória e comunicação? Clique aqui para fazer um diagnóstico que vai te responder quais são seus pontos fortes e suas oportunidades para se comunicar ainda melhor e voar profissionalmente!