Uma das inevitabilidades de fazer seu próprio negócio (como um empreendedor ou dentro de uma organização) é o desafio constante de ter muitas coisas em sua lista de tarefas e muito pouco tempo para fazê-las. Isso certamente é uma luta contínua para mim.

Ao longo dos anos, aprendi a seguir dois conselhos para remediar essa situação: o primeiro de um artigo que li há mais de uma década sobre um acadêmico muito bem-sucedido que administrou sua agitada agenda de ensino, pesquisa, publicação e gestão de sua própria consultoria concentrando-se impiedosamente apenas nas coisas que movem a agulha para uma daquelas quatro áreas centrais de sua vida. O resto  ele simplesmente ignorava (e estava ok com isso, o que eu diria, que é uma arte)

O outro insight  recebi de Obi Felten, que trabalha no Google / Alfabeto X como: "Head de fazer com que os sonhos entrem em contato com o mundo real" (sim, esse é o seu verdadeiro cargo!): Sempre abordar a coisa mais difícil que decidirá se seu projeto vive ou morre primeiro.

Temos uma tendência natural em fazer as coisas que sabemos fazer - digamos que eu vou trabalhar em uma nova apresentação:  Posso gastar meu tempo escolhendo o modelo de apresentação certo, escolhendo as fontes e cores que desejo usar, procurando imagens, mas nada disso importa se o conteúdo não fluir e, o que é mais importante, não focar no processo de análise e coleta de informações..

Então eu começo a trabalhar no mais difícil primeiro. A ideia se sustenta? Eu faço um teste de estresse com a ideia, passando por um grupo de pessoas que sei que será crítico em relação ao conceito. Se eles aprovarem esse teste, eu continuarei e farei a próxima coisa mais difícil - transformar em uma narrativa. Então eu coloco o fluxo para baixo e só quando tudo isso está funcionando e testado, vou trabalhar nos próprios slides.

Descobri que entre esses dois conselhos - (1) incansavelmente focar apenas nas coisas que importam e (2) sempre começar com a coisa mais difícil mas que pode determinar o seu sucesso, eu fico (relativamente) são.

E quanto a você? O que funciona para você?

Artigo traduzido do The Heretic, canal de artigos com a opinião de Pascal Finette, VP da Singularity, Universidade do Futuro.

*Tradução livre e adaptada com autorização do autor.

Quer se tornar uma pessoa mais produtiva, organizada e capaz de fazer com mais velocidade? Conheça o curso Alta Performance da Escola ConquerNele você vai aprender tudo o que precisa para performar em alto nível: aprender a vencer a procrastinaçãomudar os seus hábitosaumentar a sua produtividade executar no seu máximo para produzir melhores resultados em menos tempo.