Há habilidades que fazem a diferença. Estamos em constante aprendizado, como diria mestre Yoda, de Star Wars: “Aprendendo você está, pequeno padawan.”

Qual a importância de se comunicar bem? Passar conhecimento, ter autoconfiança? Estar preparado para diferentes situações: entrevistas de emprego, apresentações, palestras ou reuniões de negócios?

Possui essas habilidades? Para vender qualquer ideia, progredir no emprego ou mesmo para fazer amigos você precisa se comunicar com clareza. Nunca estaremos prontos, sempre há algo a aprender.

Se aprimorar na carreira que escolheu, evoluir, aprofundar conhecimentos. Você tem esses objetivos?

Agora vou tentar provar que um curso de oratória pode fazer isso na sua vida.

Este texto já traz técnicas de oratória e comunicação assertiva, poder de síntese. Eis aqui as minhas “provas” em 5 etapas.

O que é um curso de oratória e quais os seus benefícios?

Um curso para trabalhar as ferramentas de comunicação e identificar quais os seus pontos fortes e a desenvolver.

Você aprende a prender a atenção do público, ter maior grau de assimilação da mensagem passada e criar apresentações de impacto.

Além disso, não ter uma boa comunicação pode ser um vilão. É preciso saber se posicionar e transmitir suas ideias de maneira clara para não perder oportunidades, seja no ambiente profissional ou vida pessoal.

O curso de oratória apresenta caminhos pensando na linguagem verbal e corporal, autoconfiança e como se destacar em suas apresentações.

Os benefícios são inúmeros, para destacar alguns: autoconhecimento, controle das emoções, melhora nas apresentações, domínio das ferramentas corporais.

Quem deve fazer?

Qualquer pessoa que queira trabalhar a comunicação e realizar apresentações de alto impacto.

Mesmo aqueles que não passam especificamente por apresentações profissionais, acadêmicas e reuniões de equipe, encontram um grande aliado na habilidade de se comunicar efetivamente.

Comunicação é a base de todas as relações. No curso de oratória, além de técnicas para falar em público, você tem o caminho para se perceber e se aperfeiçoar.

“Mas eu sou extrovertido(a), falo bem. Esse curso me ajudaria?”

Com certeza sim! Temos tendência em considerar extrovertidos os melhores em oratória. Um erro: todos têm possibilidades distintas e ferramentas a serem lapidadas.

Susan Cain, em “O Poder dos Quietos”, diz: “Não importa se uma pessoa é introvertida ou extrovertida. O que importa é como essas características podem ser bem utilizadas.”

Quando pensamos em pessoas introvertidas, não vemos nelas as inúmeras opções de êxito com as ferramentas de oratória.

Outro erro. Comunicar com clareza e transmitir ideias não está somente atrelado ao comportamento.

Não é sobre ser extrovertido ou introvertido. O curso de oratória trabalha habilidades úteis para qualquer área da sua vida. Pode ajudar todas as pessoas!

O que é ensinado em um curso de oratória?

Conceitos, ferramentas e muitas dicas aplicáveis no dia-a-dia.

Desde o momento anterior à fala, já existem técnicas sendo colocadas em ação. Escolha do conteúdo e linguagem utilizada, estruturação de histórias, criação de conexões, habilidade de prender a atenção do público.

O curso trabalhará as etapas buscando gerar autoconfiança e credibilidade.

Um exemplo: Aprender a controlar o nervosismo. Como entender os processos que te deixam nervoso? Como lidar com isso e não dar branco?

Veja bem, o verbo é controlar e não eliminar.

Nervosismo e medo podem estar presentes, sua tarefa será aprender a dosar as medidas e estar no controle. Medo de falar em público é, aliás, o maior medo de todos.

O foco: exercitar a coragem e dar-lhe o protagonismo neste momento. Nervosismo e medo não deixarão, simplesmente, de existir.

Sobre coragem, Nelson Mandela afirma: “Aprendi que a coragem não é a ausência do medo, mas o triunfo sobre ele. O homem corajoso não é aquele que não sente medo, mas o que conquista esse medo.”

Além da consciência corporal, um curso de oratória trabalha: postura, voz, expressões faciais, gestos, movimentos, respiração, conteúdo, comunicação assertiva e storytelling.

Principais diferenças e como você sairá do curso

Quando se aproxima de algo e passa a estudar, seja o que for, você já o percebe diferente.

Pense num prato que gosta muito, aquela receita específica que alguém faz e quando come você sente um sabor especial.

Isso causa em você algo encantador, não é? Se acompanhar passo-a-passo e aprender a receita, você não perde o encanto, mas vai saber como “se chega” lá.

Oratória é igual: Familiarizado com técnicas e dicas, qualquer apresentação assistida te impactará de outra maneira.

Você passará a observar a postura, o tom de voz, o volume, a expressão facial, os gestos, os movimentos, a dicção do apresentador e por aí vai.

Esse processo vai te fazer perceber que técnicas são aplicáveis a todas as pessoas em qualquer assunto ou ambiente de apresentação.

Sua carreira será alavancada com conhecimentos e o aumento de possibilidades ao conseguir tornar sua mensagem comum. As principais diferenças estarão em você.

Imagine conseguir identificar e aplicar as técnicas de oratória, conseguindo, assim, transmitir suas ideias pensando em uma comunicação assertiva.

O curso de oratória te ajuda a identificar o público presente, gerar conexão e sintonia. Além de te preparar para aquecer sua voz e liberar a adrenalina antes de começar a apresentação. É um processo que envolve o antes, o durante e o depois.

Por que você deve fazer o curso Coragem da Conquer?

Além de cada etapa e ferramenta, o curso Coragem da Conquer oferece uma metodologia mão na massa, com dinâmicas práticas e apresentações em todas as aulas.

Você aprende a trabalhar todas as técnicas em um curso presencial com pessoas que também buscam aperfeiçoar-se. A observação e percepção aos demais é fundamental.

Os professores vivem a oratória no dia-a-dia e estarão prontos para mostrar exemplos e perceber as melhores formas de aprofundar seus conhecimentos através de feedbacks, dicas e trocas.

Você vai se apropriar de oratória, afinal, orador é quem tem algo a dizer.

Se você tem uma mensagem para transmitir, você é um orador.

Oratória treinar você deve. (Leia a frase com a voz do mestre Yoda)

Vamos nessa?