Se você chegou até esse texto, provavelmente já ouviu falar de Scrum e quer saber como aplicar a metodologia na sua equipe, certo? Bem, então você está no lugar certo!

Vivemos numa época de mudanças exponenciais - na tecnologia, no mercado de trabalho, nas formas de comunicação, nos hábitos de consumo...

Muitas empresas, para acompanhar todas essas transformações, estão começando a fazer a transição para modelos mais ágeis de trabalho, como é o caso do Scrum.

O Scrum é uma metodologia que pode ajudar muito na organização do seu time, melhorando a performance e os resultados de toda a equipe.

Quer saber como usar essa metodologia a favor da sua empresa? Vamos lá!

O que é Scrum?

“Beleza, o Scrum vai me ajudar a organizar o meu time. Mas... o que é esse tal de Scrum?

Falando de forma literal, Scrum é um termo inspirado em uma jogada de rugby. Nesse sentido, ele é usado para representar a importância de trabalhar em equipe, de forma estratégica e bem integrada, para resolver problemas complexos.

(É isso mesmo - Scrum não é uma sigla para nada. Também ficamos surpresos com essa informação.)

Vamos aprofundar...

Scrum é um dos métodos ágeis mais difundidos do mercado (ao lado de lean e kanban). 

Inicialmente, ele surgiu como um método para gestão e planejamento de projetos de desenvolvimento de softwares. 

Mas o sistema funciona tão bem que acabou se desdobrando para gerenciar projetos e organizar equipes em diversas outras áreas.

Como funciona a metodologia Scrum?

Para entender como o Scrum vai ajudar na organização da sua equipe, você precisa entender antes como funciona a metodologia.

O Scrum parte da premissa de que o conhecimento é empírico. Em outras palavras, o conhecimento vem da experiência.

Mas a experiência tem pouco valor se não houver uma metodologia para transformá-la efetivamente em entregas de valor para os públicos interno e externo da empresa, em melhorias constantes no produto ou serviço e em aprendizado contínuo.

Nesse contexto, surgiu o Scrum

Para garantir esse aprendizado contínuo, a metodologia se baseia em 3 pilares principais:

  • Transparência, para ter certeza de que a equipe esteja na mesma página sobre os conceitos da metodologia e os resultados esperados.
  • Inspeção, para revisar constantemente a metodologia e a evolução dos projetos e da equipe.
  • Adaptação, para adequar e corrigir aspectos do processo que não estão acontecendo da forma como deveriam.

No Scrum existem alguns papéis com nomes bem particulares (product owner, scrum master…). 

Mas não se deixe assustar pelos nomes diferentões! É mais simples do que parece.

Os personagens

Product owner

É a pessoa que gerencia os projetos da equipe, gerando as demandas, definindo metas, entregas e prazos. O Product owner também é responsável por garantir que o trabalho do time esteja alinhado às necessidades do cliente e aos objetivos da empresa.

Scrum master

O Scrum master é quem coordena o dia a dia da equipe, delegando papéis e acompanhando de perto a execução das tarefas. Ele garante que as regras, processos e cronograma sejam seguidos, além de ajudar o time a solucionar as dificuldades no caminho.

Dev team

Dev Team são todas as pessoas da equipe envolvidas com determinada entrega, responsáveis por executar o que foi planejado. Nas empresas mais inovadoras, o Dev team é um time multidisciplinar - composto de pessoas com perfis e habilidades diferentes e complementares.

Os produtos

Product backlog

É uma lista produzida pelo Product owner, contendo todas as entregas de valor relacionadas a determinado produto/serviço e tudo o que deve ser realizado pela equipe para garantir essas entregas. Ela deve estar organizada por prioridades para que os próximos passos aconteçam.

Sprint backlog

É a lista das tarefas que serão realizadas durante o Sprint (ciclo) atual, somadas a um plano de ação para garantir que os objetivos finais sejam cumpridos. O Sprint backlog é alimentado com as prioridades que estão no topo do Product backlog.

Increment

É o objetivo ou entrega final esperada ao final de cada Sprint (ciclo).

Os processos

Sprint

O Sprint é um ciclo de trabalho com um período de tempo definido. Pode ser uma semana, quinze dias, um mês… depende da complexidade das entregas e da forma como a equipe ou a empresa escolhem se organizar. 

Essa organização deve considerar um objetivo a ser atingido ou uma entrega a ser realizada ao final do Sprint.

Sprint planning

É uma reunião de planejamento que antecede o início de um novo Sprint. Ela envolve todo o time: o Product Owner, o Scrum Master e o Dev team. Essa reunião serve para responder às seguintes perguntas:

  • Que objetivo deveremos cumprir até o final desse Sprint?
  • De que forma esse objetivo será atingido?

Daily scrum

A Daily scrum, ou só “Daily”, para os mais chegados, é uma reunião diária do time para avaliar o progresso das tarefas, solucionar dificuldades e planejar o dia de trabalho.

O ideal é que essa reunião não ultrapasse 15 minutos de duração - é tão breve que muitas equipes costumam se reunir em pé mesmo. Durante a Daily, cada pessoa da equipe deve responder - de forma objetiva - as seguintes perguntas:

  • O que eu fiz ontem para contribuir com o objetivo do ciclo atual?
  • O que vou fazer hoje?
  • Existe algum obstáculo que me impede de atingir esse objetivo?

Sprint review

Momento de revisar aquilo que foi feito do início ao fim de um ciclo. Em conjunto, a equipe verifica se o objetivo foi atingido, avalia as entregas, dificuldades e aprendizados do Sprint. O Sprint review também serve para atualizar o Product backlog - a lista de entregas e prioridades planejada para o time no longo prazo.

Sprint retrospective

Esta também é uma reunião de revisão - mas, desta vez, olhando especificamente para a dinâmica do time ao invés de olhar para os resultados. 

O objetivo da Sprint retrospective é avaliar como se comportaram as pessoas, processos e ferramentas. A partir daí, é possível identificar o que deu certo e o que precisa ser melhorado - já criando um plano de ação para esses pontos.

(Dica: Para saber sobre o Scrum de forma mais aprofundada, você pode ler  "Scrum - A Arte de Fazer o Dobro do Trabalho na Metade do Tempo", de Jeff Sutherland.)

E depois de passar por todas essas etapas do processo... Acabou? 

Não! Aí começa tudo de novo!

O Scrum é uma metodologia feita para otimizar mais e mais os fluxos de trabalho e potencializar as entregas da sua equipe - no curto e no longo prazo!

Como usar Scrum na organização do time?

Ficou mais claro como funciona o Scrum? Esperamos que sim! Porque agora vamos falar sobre como ele pode ser útil na organização do seu time.

Confira as vantagens de aplicar a metodologia para gerenciar projetos e organizar equipes em qualquer área:

1. Priorizar com visão dos objetivos da empresa

Ao definir uma pessoa para atuar no papel de Product owner e deixar sob sua responsabilidade a construção do Product backlog, o Scrum possibilita que todas as tarefas sejam priorizadas de acordo com os objetivos da empresa. 

Depois que a metodologia é implementada, eventualmente ficam claras quais as tarefas que estão sendo executadas pelo time mas não são tão importantes assim - ou as tarefas que não estão alinhadas com o objetivo da empresa e com o papel da equipe dentro deste objetivo.

Eliminando ou delegando essas tarefas para outras equipes, a equipe passa a focar naquilo que realmente importa. 

Este é o primeiro passo para garantir que a equipe esteja continuamente fazendo entregas de valor para a empresa e para o cliente final.

2. Definir prazos e alinhar entregas

Estabelecer uma organização em Sprints (ciclos de trabalho) ajuda o gestor e a equipe a terem maior visibilidade dos prazos necessários para realizar cada entrega. Também ajuda a definir papéis e entregas claros para cada pessoa do time. 

Além disso, estabelecer uma rotina de reuniões de planejamento (Sprint planning) faz com que as coisas continuem caminhando em um ritmo constante, e garante que sempre exista um plano de ação para cada tarefa planejada.

3. Acompanhar o processo de perto

O Scrum master (pessoa que coordena as atividades da equipe e garante a aplicação da metodologia) e a Daily (reunião diária) ajudam a manter um acompanhamento próximo e constante das atividades da equipe.

Esse acompanhamento serve para remover os obstáculos do caminho e traçar soluções para ajustar processos que não funcionam - sem ter que esperar por uma reunião mensal de time para tomar consciência desses problemas.

4. Formar equipes mais engajadas

Todos os pontos que comentamos anteriormente - visibilidade dos objetivos da empresa, definição de entregas e expectativas claras, acompanhamento próximo e constante - tudo isso contribui para o time de uma forma ainda mais profunda.

O Scrum pode te ajudar a desenvolver uma equipe cada vez mais integrada, engajada e motivada. Profissionais de alta performance, que trabalham com mais propósito e fazem entregas de valor (em menos tempo!) - tanto para a empresa quanto para o cliente final.

E aí, o que está esperando para implementar o Scrum na sua equipe?

Metodologias ágeis - como o Scrum - são cada vez mais procuradas pelas empresas que desejam implementar uma cultura de inovação.

O que uma coisa tem a ver com a outra?

Inovação é a capacidade de se adaptar - e até antever - as mudanças que estão acontecendo no mercado e nos hábitos de consumo na era exponencial. 

O problema é que a maior parte das empresas não está preparada para trabalhar nesse contexto de incerteza e mudanças muito rápidas.

Aí é que entram as metodologias ágeis.

Quer conhecer as principais metodologias ágeis de trabalho utilizadas por empresas e startups ao redor do mundo para construir produtos, gerenciar projetos e formar times multidisciplinares com mais organização, performance e resultados? Conheça a Formação em Liderança e Gestão de Pessoas da Conquer. Clique aqui e conheça o curso.