Se você sente que precisa ser mais organizado com o seu dinheiro, mas não sabe muito bem por onde começar, aqui vai uma dica infalível: faça um bom planejamento financeiro! Essa técnica te ajuda a organizar suas finanças e utilizar os ganhos para alcançar seus objetivos.

O cuidado e a gestão do dinheiro são essenciais em termos pessoais, familiares e empresariais. Isso quer dizer que um planejamento financeiro pode ser adaptado para os seus gastos individuais, da sua família ou de uma empresa.

É impossível controlar algo que você não conhece, e imagine viver uma vida sem ter nenhum controle financeiro… Com certeza, você enfrentaria muitos desafios. É o que 71% dos brasileiros enfrentam por não terem um bom planejamento financeiro, segundo uma pesquisa realizada pela Conquer em parceria com o Datacenso.

Para evitar todos esses possíveis imprevistos desagradáveis e ficar mais perto dos seus objetivos, esse artigo vai te explicar o que é planejamento financeiro e como você pode criar o seu.

O que é planejamento financeiro?

Um planejamento financeiro, de forma simples, é uma estratégia que te ajuda a entender suas finanças para facilitar a tomada de decisão sobre tudo o que envolve dinheiro na sua vida.

Sabendo exatamente quanto você recebe todo mês, qual a fonte dessa renda, quanto você gasta e para onde cada quantia é destinada, você entende como gastar de forma inteligente e sem desperdiçar seu dinheiro.

Muitas vezes, você deixa de conquistar suas metas por erros banais no seu orçamento. Com um bom planejamento financeiro, você consegue evitar gastos desnecessários e entende de onde vem e para onde vai cada centavo.

Planejar suas finanças te ajuda, por exemplo, a se preparar para as despesas da família, como uma mudança de apartamento, um plano de saúde e até a viagem de férias com as crianças.

Quando se trata de uma empresa, é comum que os empresários comecem um negócio sem entender seus custos fixos e variáveis, sendo obrigados a fecharem as portas antes mesmo de completarem dois anos.

Falar sobre dinheiro ainda é tratado como tabu, o que prejudica a sua relação com as suas finanças. Por isso, é preciso ter conhecimento sobre educação financeira, ela serve de base para você colocar o planejamento financeiro em prática de maneira eficiente. Esse é o primeiro passo para se familiarizar com o assunto e tratar o dinheiro como um aliado.

Como fazer um planejamento financeiro?

Antes de tudo, é importante entender que o planejamento financeiro não é algo fixo. Ele deve ser um processo contínuo, afinal, você não terá sempre a mesma quantia entrando ou saindo da sua conta nem os mesmos objetivos financeiros por toda a vida.

Uma dica é estabelecer um período para reavaliar o seu planejamento de acordo com o que fizer mais sentido para a sua realidade. O importante é não procrastinar e deixar o planejamento financeiro de lado.

Para te ajudar nessa organização, criamos um modelo de planilha gratuito para você registrar informações importantes. Assim, você consegue acompanhar todas as suas movimentações financeiras de uma maneira descomplicada. Para baixar a planilha de finanças pessoais, é só acessar aqui.

Então, reunimos 3 dicas simples para te ajudar a fazer o seu planejamento financeiro.

1) Entenda qual é a sua realidade financeira e como funcionam as suas finanças

Existe um elemento obrigatório em todo planejamento: saber qual é o seu ponto de partida. Por isso, procure reunir o máximo de informações sobre suas finanças: seu salário é a sua única fonte de renda? Quanto você ganha? Quanto gasta em transporte? Quanto gasta em alimentação?

Seja minucioso ao responder essas perguntas, assim você consegue dados mais precisos para organizar seu planejamento financeiro

Não existe uma regra nesse momento, cada um tem uma relação diferente com o dinheiro. Algumas pessoas são acostumadas a poupar, mas nem sempre fazem isso com um objetivo em mente. Outras acabam gastando compulsivamente e ficando no vermelho no final do mês. 

Por isso é importante entender a sua própria realidade financeira e, então, aprender a lidar com ela.

Para te ajudar a registrar essas informações, existem várias planilhas disponíveis online, além de aplicativos que fazem tudo automaticamente, você só precisa inserir os valores. E, se você preferir a forma mais tradicional, existe sempre o papel de caneta.

2) Estabeleça seus objetivos financeiros

Já falamos sobre a importância de ter um propósito por trás de tudo o que você faz e, quando se trata de planejamento financeiro, a ideia é a mesma.

Se você pensa em poupar dinheiro, provavelmente já sabe que é importante, mas nem sempre entende o porquê. Pode ser para cobrir imprevistos, mas isso é apenas um dos objetivos financeiros. Talvez você queira comprar um apartamento, mas em quanto tempo você gostaria de se mudar? Qual o valor que você precisará destinar a isso por mês?

Para essa dica, é importante você seguir três passos:

  • Defina por que você quer poupar seu dinheiro. Qual é o seu objetivo?
  • Ao responder a pergunta anterior, seja específico. Defina metas menores a partir do seu grande objetivo.
  • Seja realista, estabeleça metas alcançáveis. Elas podem ser adaptadas com o tempo, por isso é importante revisar seu planejamento financeiro, mas é importante definir objetivos adequados a sua realidade.

3) Encontre alternativas para diminuir os gastos e aumentar os ganhos

A dica em si parece meio óbvia, mas descobrir como fazer isso pode não ser tão fácil assim. Por isso, é importante buscar essas alternativas a fundo. Quando você tiver sua receita, gastos e objetivos financeiros bem definidos, vai poder pensar em formas de otimizar esses processos

Essas opções podem variar conforme a sua realidade. Por exemplo: se você possui uma receita alta, mas gasta muito e acaba ficando sem saldo para destinar aos seus objetivos ou até fecha o mês no vermelho, é necessário olhar para os seus gastos e entender quais deles são desnecessários e podem ser repensados.

Uma outra situação é: se você controla seus gastos, mas a sua receita é baixa e não permite que você guarde uma parcela do dinheiro, que outras formas de gerar receita você poderia colocar em prática? Aqui você pode pensar em opções simples como monetizar algo que você saiba fazer ou opções mais elaboradas, como investimentos.

Colocar essas três dicas simples em prática vai te ajudar a estruturar seu planejamento financeiro e alcançar seus objetivos a curto, médio e longo prazo. Disciplina e comprometimento são essenciais nesse processo, quanto mais você entende sobre suas finanças, melhor é a sua relação com o dinheiro.