Não é mito: o que você come influencia na sua produtividade e na sua disposição, e consequentemente interfere no seu desempenho profissional.

Saber selecionar os alimentos que serão ingeridos ao longo do dia pode fazer uma baita diferença na hora de cumprir com prazos, não se atrasar para compromissos e fazer o seu dia render.

A alimentação pode ser uma grande aliada, mas também pode prejudicar sua cognição, memória e energia, gerando fadiga e estresse. Por isso é tão importante saber o que você está ingerindo ao longo do dia.

De acordo com um estudo da Universidade de Brigham Young, nos EUA, quem tem hábitos alimentares ruins tem 66% mais chance de ter queda de produtividade em comparação com aqueles que seguem uma dieta e uma vida saudável.

Seu desempenho também pode ser derrubado em 93% se você deixar de comer frutas e vegetais, assim como uma refeição pesada vai tirar seu ânimo e provocar sonolência.

Uma pessoa com baixos índices de nutrição produz menos, tem menos resistência física e atenção diminuída. Ou seja, isso pode ser totalmente prejudicial pra você!

A preocupação com uma vida saudável tem aumentado bastante nos dias atuais, porém, a correria do dia a dia acaba fazendo com que deixemos de lado as dietas prescritas por nutricionistas e até mesmo a saúde para se dedicar ao trabalho, compromissos diários, casa, filhos...ufa!

Mas é possível conciliar todos os seus afazeres organizando sua rotina e cuidando da sua saúde! Assim, você vai alavancar seus índices de produtividade.

QUAIS SÃO AS MELHORES ESCOLHAS?

Segundo nutricionistas, no café da manhã, prefira alimentos que despertem o corpo. Opções proteicas, como o ovo por exemplo, podem te ajudar a começar o dia com mais disposição. Se alimentar pela manhã é muito importante pra começar o dia com gás total!

No almoço, uma refeição saudável é essencial, como aquelas que incluem proteína, carboidratos, gorduras boas e vitaminas. Nada de comidas pesadas! Elas te deixam com a sensação de sonolência e “corpo mole”.

À tarde, se tiver vontade de comer um doce, o chocolate 70% cacau é uma alternativa. A alta concentração de cacau te ajuda a ter mais foco, melhora o seu humor, sua atenção e sua disposição.

Cuidado com os vilões da produtividade: evite as gorduras em excesso, como bebidas cafeinadas. Embora o café, na medida certa, ajude na produtividade, beber café em excesso pode te trazer problemas. Grandes quantidades levam ao aumento do estresse e da ansiedade, prejudicando o rendimento no trabalho e também o sono.

Por fim, no jantar, o ideal é um cardápio leve, como um lanche com um pão integral e uma fruta, pra você ter uma ótima noite de sono!

E COMO FAZER PARA MANTER A ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL NO DIA A DIA E OTIMIZAR SEU TEMPO?  

1.Organize-se!

Tire um dia da semana para planejar suas refeições. Assim você já economiza aquele tempo pensando no que vai fazer para comer quando chegar em casa.

Compre todos os ingredientes que vai precisar e deixe os alimentos previamente preparados. Quando não temos tempo de fazer algum alimento no dia a dia podemos deixar na geladeira pronto ou congelado.

2. Monte sua marmita!

Atualmente é muito comum encontrar pessoas levando sua lancheira ou marmita no trabalho e isso é ótimo. É uma maneira de você controlar a sua alimentação, pois assim acaba ingerindo apenas o que colocou como opção naquele dia e evita cometer excessos.

3.Guarde os alimentos em porções separadas!

Utilizar recipientes pequenos é uma boa opção para você já deixar separado suas refeições por porção, por refeição. Assim fica mais fácil na hora de montar o seu prato!

Dê preferência para recipientes de vidro, que não contaminam o alimento em altas temperaturas.

4. Tenha sempre com você frutas secas e oleaginosas.

Esse tipo de alimento pode ficar na bolsa ou na gaveta por um tempo maior quando comparados com a fruta in natura, que pode estragar mais rápido.

Quando esquecer de levar sua fruta, você já vai estar preparado com essa opção para não sair da dieta. Veja mais lanches saudáveis aqui!

5. Experimente da maneira correta!

Existem sempre aqueles alimentos que você “não gosta tanto assim” ou que nunca provou porque acha que não são gostosos. Há várias maneiras de comê-los e inseri-los no seu dia a dia. A chave disso é experimentar comer de várias formas diferentes e provar o que ainda não funcionou!

6.Foco!

Nem sempre é fácil seguir à risca, é preciso foco e dedicação.

Não pense tanto no prazer imediato, mas sim no longo prazo, nos benefícios que você vai ter!

A medida que você for percebendo os resultados dessa alimentação no seu bem-estar e na sua produtividade, com certeza vai se sentir mais motivado a continuar a segui-la!

Não se esqueça: você é o que você come! Use a alimentação a seu favor. Seus índices de produtividade têm uma relação direta com seu estado nutricional.

Alimentação e produtividade caminham juntos :)

Quer descobrir 10 práticas para aplicar no seu dia e dar um gás na sua produtividade? Baixe o ebook gratuito Produtividade Level Up! Nele você vai encontrar vários hacks e técnicas para vencer a procrastinação, se tornar uma pessoa mais produtiva e fazer mais em menos tempo.