Você é daqueles que logo pela manhã tem dificuldade em formular ideias? Ou após o almoço volta para trabalhar doido para dar aquele cochilo e sente-se sonolento a tarde toda?

Pois bem, isso pode estar diretamente relacionado com o que você está comendo. Ou quem sabe, com o que você não está comendo!

Alimentos corretos podem te ajudar a ter mais produtividade ao longo do seu dia, assim como acertar nas quantidades ingeridas também.

Pular refeições ou exagerar na dose de carboidratos e guloseimas pode prejudicar sua performance e causar irritabilidade e depressão.

Um estudo realizado com 1018 homens e mulheres jovens e publicado publicado na PLoS ONE mostra que a gordura trans, presente em alimentos industrializados como biscoitos e comida congelada, atua diretamente no comportamento das pessoas.

Mas então, como você deve alimentar-se  para dar um gás na sua produtividade?

Vem comigo que eu vou te contar!

1. Faça as pazes com o seu café da manhã

eggs

Eu entendo que a sua vida é uma correria danada. A minha também é e a de 99% da população mundial também. Entendo que muitas vezes você acorda atrasado e já sai correndo para o trabalho e mal come alguma coisa, e se come, é uma barrinha de cereal ou uma xícara de café preto.

Porém, esse tipo de escolha alimentar, além de contribuir para o ganho de peso, não ajuda em nada a produtividade. Os níveis de açúcar no sangue ficam mais baixos, resultando em menos energia para o funcionamento do nosso corpo e cérebro.

A famosa falta de tempo não é mesmo? Mas a gente arranja tempo para aquilo que consideramos importante, certo?

Acredite, dar atenção ao seu café da manhã é muito importante!

Invista em boas fontes de proteínas, como a Quinoa, a aveia e  o ovo que é excelente para a memória e estimula o cérebro a trabalhar melhor e mais rápido.

2. Consuma grãos integrais

graos integrais

Eles ajudam a aliviar o estresse, melhorar a produtividade e ainda dar mais energia. Além disso, possuem alto teor de fibras, aumentando a sensação de saciedade ao longo do dia. Evitando que você exagere na refeição seguinte.

Por exemplo: Aveia, arroz integral, centeio e trigo sarraceno.

3. Carregue sempre com você boas opções de lanches

marmita

"Marmiteiro eu?? Isso é coisa para marombeiro!!"

Por muito tempo eu também pensei assim como você, mas essa é uma estratégia maravilhosa para você não se sabotar!

Imagina ficar morrendo de fome até a próxima refeição e querer comer o pé da mesa?!

Fuja dos práticos - porém ordinários - fast-food, bolachas recheadas e frituras. Esses alimentos possuem muito açúcar, por isso dão energia muito rápido e, quando o açúcar é absorvido pelo corpo, causam cansaço.

Boas escolhas nessa hora fazem toda a diferença para você manter seu cérebro sempre ativo, ter energia para trabalhar e evitar o ganho de peso.

Prefira frutas in natura, boas fontes de gordura como castanhas, nozes, pistache e amêndoas. Frutas secas como damasco e passas também são bem-vindas.

Procure um nutricionista para adequar as quantidades de acordo com as suas necessidades.

4. Almoce colorido que é mais divertido

Com certeza você já ouviu alguém dizer “faça um prato colorido”. Mas por quê?

Pode parecer “história para boi dormir”, mas não é.

Quanto mais colorido o seu prato, maior variedade de vitaminas e minerais você está consumindo.

5. Hidrate-se

hidrate-se

Se você é o tipo que só toma água quando está morrendo de sede, você está fazendo isso errado! Deixar chegar nesse ponto significa que suas células já estão em processo de desidratação.

De acordo com o Dr. Antonio Herbert Lancha Júnior, professor-titular de Nutrição da USP (Universidade de São Paulo), desidratação compromete a cognição, ou seja, o desempenho das atividades intelectuais do dia a dia, deixa o organismo mais vulnerável a infecções oportunistas, como gripes e resfriados, e prejudica o processo de emagrecimento.

6. Cuidado para não "pesar a mão" no carboidrato na hora do almoço

images

Evite exagerar na porção de arroz branco e massas, principalmente se tiver aquela reunião super importante ou aquele mega projeto para entregar após o almoço.

Esses alimentos em excesso deixam você sonolento e indisposto. Ou seja, acabam prejudicando a sua performance.

Então, se você quer ter um dia bem produtivo, não exagere no carboidrato!

E A SUA PRODUTIVIDADE, COMO ELA ANDA?

Objetivos pessoais são sempre importantes, e não é diferente com a sua alimentação. Preste atenção na sua energia durante o dia e veja como ela tem refletido no seu trabalho

Caso sinta qualquer dificuldade, não deixe de pedir ajuda.

Lembre-se que a sua produtividade está totalmente relacionada aos seus hábitos, não se esqueça!

Artigo escrito pela nutricionista Patrícia Soneh | CRN8-5626

Segue lá meu instagram que está nascendo agora, mas que está lindo @nutri.patipate ou manda um e-mai para [email protected]

Quer descobrir 10 práticas para aplicar no seu dia e dar um gás na sua produtividade? Baixe o ebook gratuito Produtividade Level Up! Nele você vai encontrar vários hacks e técnicas paravencer a procrastinação, se tornar uma pessoa mais produtiva e fazer mais em menos tempo.