Um dos principais objetivos de qualquer profissional em cargos de gestão é desempenhar uma liderança eficiente para construir equipes de alta performance. Liderar é sobre guiar um grupo pelo melhor caminho e construir um ambiente que permita a máxima performance desses profissionais. E, definitivamente, essa não é uma tarefa simples.

Para estar em constante evolução e desenvolvimento, é normal que os líderes cometam erros e encontrem alguns contratempos no caminho. Não existe crescimento sem erro, porque se você está sempre acertando, é porque não está arriscando o suficiente.

O que destaca uma boa liderança é a atitude tomada depois do erro. Existem líderes que buscam um culpado e penalizam a equipe. Por outro lado, existem líderes que aprendem com os erros e buscam soluções para o problema. É preciso estar disposto a crescer com o desconforto.

Pensando nisso, reunimos 3 comportamentos do líder que impedem o desempenho máximo da equipe para propor uma reflexão sobre a importância de uma liderança ao mesmo tempo eficiente e inspiradora. Confira!

1) Não ter uma abordagem humanizada

Um dos fatores mais importantes de uma boa liderança é saber trabalhar com a sua equipe de forma humanizada. Por isso, é fundamental ter uma escuta ativa, praticar a empatia e entender que colaboradores não são apenas peças de uma estratégia.

Quando falamos de liderança, o foco sempre é nas pessoas. E, em momentos de incerteza como o que estamos vivendo, isso ganha ainda mais importância. Cada membro da equipe possui sua própria história, suas dificuldades, ambições e vontades. A equipe não é um elemento homogêneo, por isso não deve ser tratada como tal.

É preciso humanizar as conversas, relações e processos, entender que cada colaborador é um ser humano com suas próprias emoções. Não ter uma abordagem humanizada faz com que os membros da equipe se sintam desvalorizados, algo que afeta diretamente a relação entre líderes e liderados e, consequentemente, a performance da equipe e os resultados da empresa.

2) Considerar a própria opinião como verdade absoluta

Já dizia o ditado: com grandes poderes, vêm grandes responsabilidades. Assumir um cargo de liderança coloca o profissional em uma posição na qual ele precisará tomar decisões importantes e estratégicas. Além disso, o líder também precisará orientar seus liderados para os melhores caminhos a seguir na empresa.

Um profissional que supõe ter todas as respostas e opta por não trabalhar de forma colaborativa com o time prejudica a própria evolução, a dos colaboradores e a dos processos.

Em uma equipe diversa, cada um possui sua própria experiência e seus conhecimentos específicos que, juntos, podem ajudar a empresa a atingir seus objetivos mais rápido. Nesse contexto, o papel do líder é dar abertura para que seus liderados façam sugestões sem ter medo de dividir uma opinião diferente e deem feedbacks construtivos entre si, buscando alcançar os melhores resultados para a equipe e a empresa.

3) Não priorizar uma comunicação eficaz

Uma equipe bem alinhada trabalha melhor e com mais eficiência. Esse alinhamento só é possível através de uma comunicação clara entre todo o time. 

É comum encontrar líderes que preferem guardar informações importantes da empresa para si em vez de compartilhar com seus liderados, muitas vezes por acharem que essa é a melhor opção para a equipe. Isso geralmente acontece em momentos de crise ou quando a organização enfrenta algum problema.

Esse tipo de atitude, em vez de proteger os colaboradores, causa insegurança e desconfiança nos profissionais. 

Confiança é a base de qualquer relação, isso inclui a vida profissional. Para estimular os membros do time a confiarem uns nos outros e trabalharem em harmonia, o líder precisa entender a importância de ser transparente e saber se comunicar com os seus liderados.

Além disso, a comunicação avança outro patamar de relevância quando se trata do trabalho remoto. Com o distanciamento físico, torna-se fundamental estabelecer um canal de comunicação aberto e constante com a equipe, sempre garantindo que as informações estejam fluindo com clareza.

Sabendo desses três comportamentos que prejudicam o desempenho da equipe, é importante olhar para a sua realidade, entender se são atitudes presentes no seu dia a dia e evitar que elas se repitam.

Um bom líder deve estar sempre se aperfeiçoando no exercício de sua liderança. Por isso, se você exerce um cargo de gestão e quer saber como se tornar um líder ainda melhor, conheça a especialização online de Liderança e Gestão de Pessoas da Conquer.

Essa especialização é para quem quer:

  • Aprender a liderar diferentes gerações e perfis de profissionais
  • Ser um líder exponencial e preparado para as novas dinâmicas do mercado
  • Criar uma cultura empresarial que motive e retenha profissionais
  • Aprender as melhores práticas de desenvolvimento de pessoas e feedback
  • Saber delegar tarefas para pensar de forma estratégica
  • Desenvolver times de alto desempenho
  • Contratar e demitir pessoas da forma correta
  • Garantir o andamento e conclusão dos projetos da área com o time

As inscrições já estão abertas!

>> Quero conhecer a especialização em Liderança e Gestão de Pessoas da Conquer!

Semana de Liderança da Conquer

Você é líder ou pretende assumir um cargo de liderança? Então temos um convite especial para você!

Nos dias 28, 29 e 30 de setembro, às 19h30, líderes que comandam ou já comandaram times em empresas como Ambev, LinkedIn, Natura, L’Oréal, Qulture.rocks, Mundo Verde e Dengo estarão reunidos na Semana de Liderança da Conquer.

Serão três webinars 100% gratuitos e online com conteúdo transformador, compartilhado por profissionais de destaque que vivem na prática os desafios da liderança e que vão ajudar você a se tornar um líder que faz a diferença.

Quer aproveitar essa oportunidade? Então faça a sua inscrição e compartilhe a novidade com os líderes da sua empresa.