BLOG

Liderança em escala


29 de Novembro de 2017 . Publicado por Conquer
Texto escrito originalmente por Pascal Finette, Vice Presidente da Singularity, a universidade do futuro.
Traduzido e adaptado por Escola Conquer, com autorização do autor.

Ultimamente, tenho pensado muito em como criar uma grande escala de uma organização e seus resultados.

Especialmente quando você possui um produto e, portanto, modelo de negócios que não é totalmente digital: uma coisa é criar um negócio de Software-As-A-Service ou um aplicativo e escalar uma quantidade significativa de usuários/clientes.

É um jogo completamente diferente, quando você quer fazer isso com um modelo de serviço ou consultoria que exige que os seres humanos entreguem esses serviços.

O antigo modelo de escala era construir organizações mais extensas (e complexas) de todos os tempos: você contrata mais pessoas para então atender mais clientes. Para gerenciar isso, você geralmente cria uma estrutura organizacional hierárquica que requer, ainda mais, pessoas como você que possuem pessoas que gerenciam pessoas. No final, o seu crescimento é limitado tanto pela sua capacidade de vender e contratar.

Este modelo já não funciona muito bem. Estamos operando em um mundo que é definido pelo crescimento exponencial da tecnologia. Mas esses modelos de negócios são especificamente lineares.

Se você é bom, você pode criar modelos paralelos – o que acelera o seu caminho linear, mas ainda não o leva a qualquer lugar próximo ao crescimento exponencial.

Há uma maneira melhor – e esse modelo nem é novidade.

Nós construímos por um bom tempo organizações com muitas hierarquias. Em vez de criar um ambiente bem controlado onde você controle todo o sistema, você, em vez disso, desiste do controle e constrói uma organização descentralizada.

Ao estabelecer um conjunto robusto de valores fundamentais, capacitar as pessoas na rede a atuar como nós, que tomam decisões autônomas, e roteando o núcleo para fazer as coisas. Além de substituir a hierarquia pela meritocracia, você remove as limitações de um modelo organizacional serial e torna isso exponencial.

É assim que a equipe que criou o Mozilla e o navegador Firefox criou organizações que atendem 500 milhões de usuários com apenas dois funcionários em tempo integral em suporte ao cliente.

É assim que minha esposa Jane criou as mais influentes organizações de coaching executivo para jovens mulheres líderes no mundo; ainda funcionando de nossa mesa de cozinha em casa.

E é como inúmeras agências de consultoria, inovação e marketing no mundo competem com sucesso com as maiores empresas em suas respectivas indústrias.

Não se engane – não é algo que você pode construir do dia para a noite.

Isso exige uma mudança maciça na liderança (em todos os níveis de uma organização) – mas os resultados são cada vez mais surpreendentes.

Para mim, esse é o único modelo útil em nossos tempos exponenciais.

The Heretic é um canal de artigos com a opinião de Pascal Finette, VP da Singularity, Universidade do Futuro.

*Tradução livre e adaptada com autorização do autor, Pascal Finette.


Conquer

DEIXE UM COMENTÁRIO


NOME*

E-MAIL*

MENSAGEM*